Bem-vindo, !|Sair

Aplicação que revolucionará aviação geral lançada em Friedrichshafen

banner-AECP-02042015

Foi lançada esta semana na Aero 2015, uma aplicação partilha de voos em todo o mundo, para a aviação geral. Uma plataforma que liga de uma forma concertada e segura, passageiros e pilotos, ajudando a racionalizar custos entre todos os intervenientes.
A SkyUber foi criada por uma star-up portuguesa que liga passageiros a pilotos com lugares disponíveis nos seus voos, através de uma aplicação gratuita, tornando o voo mais acessível e seguro, com um mesmo objectivo: a partilha de custos. A referida aplicação para smartphones permite aos pilotos privados partilhar os seus voos para os passageiros que os pesquisam. E todos os que estão registados recebem notificações dos lugares disponíveis nos aviões. O registo é feito em: www.Skyuber.com

Depois é a própria SkyUber que trata de calcular as despesas partilhadas do voo. Pode-se pagar através da mesma aplicação e o valor nunca será superior ao acordado no plano inicial de voo. “O objectivo da SkyUber é o de ser a maior companhia de aviação do mundo sem possuir um único avião”, afirma um dos responsáveis da empresa.

Pilotos e passageiros são pontuados no final dos voos, pelo que poderá escolher os melhores pilotos ou passageiros para o seu próximo voo. A Skyuber não facilita em matéria de segurança, aplicando critérios muito rígidos aos pilotos. Certificações, manutenção e seguros dos aviões têm de estar válidos. A Skyuber só aceita pilotos certificados por um aeroclube, uma associação ou uma escola de aviação, desde que devidamente habilitadas para tal.

A Skyuber só não está disponível nos Estados Unidos da América, onde a empresa trabalha uma reformulação da autorização de licença que foi requerida. Numa primeira análise a FAA não concedeu autorização de utilização, algo que será brevemente ultrapassado de acordo com a SkyUber. Na Europa esta aplicação funciona ao abrigo de uma directiva europeia sobre partilha de custos.

Skyuber Brasil

Até este momento não existe nenhum impeditivo legal, por isso os pilotos brasileiros poderão iniciar as suas inscrições e colocar as suas vagas on-line na expectativa de encontrar quem preencha os assentos do avião e consiga desta forma baixar os seus custos

O registo é feito em: www.Skyuber.com

 

AVIS

2 Comments

  1. Existe impedimentos legais sim, a Lei 7.565/86 (Codigo Brasileiro de Aeronautica) e as normas dos RBACs emitidos pela ANAC são explicitas com relação a isso.

    Um Piloto Privado (PP) não pode receber financeiramente pela operação da Aeronave, e para uma aeronave transportar passageiros pagantes deve ser Registrada no Registro Aeronautico Brasilieiro (RAB) para esse fim, sendo considerado ilegal o fretamento de aeronaves privadas (registradas como TPP – Serviços Aéreos Privados).

    Esse aplicativo só poderia ser utilizado no Brasil se não houver cobrança pelo serviço de transporte ou, havendo cobrança, o voo sendo operado por um Piloto Comercial em uma aeronave registrada como “Transporte Público Não Regular” (TPX)

  2. Pingback: SkyUber: mais um “APP de ‘TACA’” ou uma ferramenta legítima de compartilhamento de voos? | Para Ser Piloto

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica