Bem-vindo, !|Sair

Avião ligeiro venezuelano descarregou droga nas Honduras e foi ardido

A polícia das Honduras confirmou que foi encontrado no norte do seu território um avião ligeiro, bimotor, de matrícula venezuelana, totalmente ardido, sem indicar outros pormenores, nem do modelo da aeronave, nem do registo numérico da mesma.

Segundo as autoridades hondurenhas o aparelho foi seguido a entrar em espaço aéreo do país e pousou numa pista de aterragem clandestina. O modus operandi mostra que se trata de uma descarga de droga, pois há testemunhas já interrogadas pela polícia que terão visto cinco veículos todo-o-terreno se aproximarem do avião e carregado a mercadoria, assim como os supostos dois pilotos. Em seguida pegaram fogo à aeronave e desapareceram.

O caso verificou-se na segunda-feira, dia 27 de fevereiro, e a polícia diz estar no rasto dos traficantes e dos dois pilotos que supostamente são de nacionalidade venezuelana. O aeroporto clandestino está situado próximo da cidade de Choloma, a cerca de 210 quilómetros de distância de Tegucigalpa, a terceira maior cidade das Honduras.

No ano passado foram destruídas 23 pistas de aterragem clandestinas no norte das Honduras, país da América Central, limitado a norte pelo Golfo das Honduras e a leste pelo Mar das Caraíbas por onde possui fronteira marítima com o território colombiano. Tem ainda fronteiras terrestres com a Nicarágua, El Salvador e Guatemala.

A República das Honduras tem sido nos últimos anos um paraíso para os traficantes de droga, com destino aos Estados Unidos, mas desde 2016 e face a um acordo feito com a Administração dos EUA, o país tem sido dotado de novos equipamentos, quer de vigilância e controlo aéreos, quer meios marítimos, capazes de ter um maior controlo das passagens dos clandestinos e dissuadir o tráfico de drogas. Este ano já tinha sido detetado um caso de um outro avião ligeiro que pousou e ao qual também pegaram fogo após deixar a carga ilícita.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica