Bem-vindo, !|Sair

Brasília & Oscar Niemeyer

Emoções tão contrárias num espaço de minutos: ora fico em casa ora vou para Brasília dois dias.

Já que cá estou não posso acomodar-me a este confortável quarto, ao sol da piscina e ao suor do ginásio. Não, enquanto não for ver algumas das obras de Oscar Niemeyer, esse senhor arquitecto que tanto é falado nos nossos estudos de Design, Arquitectura e até mesmo em História da Arte do século XX.

Hão-de haver muitos outros brasileiros notáveis, mas este era o mais célebre a meu ver. Em 1956 foi aberto concurso público para definir o projecto de arquitectura e urbanismo da nova capital do Brasil, Brasília. Ganhou o primeiro prémio um senhor de nome Lúcio Costa, que desenhou com simplicidade e uma régua. Definiu o seu projecto assim: “Nasceu do gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos cruzando-se em ângulo recto, ou seja, o próprio sinal da cruz.”

Oscar Niemeyer projectou os prédios principais enquanto Lúcio Costa as ruas. Brasília seria organizada a partir de um Eixo Monumental que iria conter todos os edifícios do governo e duas “asas” que recebiam a população. Metaforicamente a cidade seria construída em formato de um avião! (www.guiadacarreira.com.br)

Fui até ao Setor Cultural Sul de Brasília. Vi a Biblioteca Nacional do Brasil e o Museu Nacional. Logo a seguir há a Catedral Metropolitana de Brasília também. Do outro lado do Eixo Monumental há o Teatro Nacional Cláudio Santoro, um edifício que me pareceu muito interessante para ver de perto mas não cheguei a lá ir a pé. Fica para uma próxima visita. Triste é eu ter lido que o Teatro já está fechado há mais de um ano à espera de dinheiro para ser restaurado. Li aqui pela internet que está todo danificado por dentro, apesar de em tempos ter tido algum sucesso com concertos apresentando obras de Villa-Lobos inclusivé, regidos pelo maestro Cláudio Santoro, a quem é dedicado agora o nome do teatro.

E descobri este artigo do Fugas do Público online que partilho com vocês. Está muito extenso, confesso que não o li todo, mas vou ler para a próxima vez que voltar a Brasília! Tem imensas informações boas sobre a cidade, ideias para fazer e viver lá de forma a que não nos fiquemos apenas pela arquitetura do Niemeyer e pela política, elementos mais turísticos da cidade! E bem, a fotografia do artigo está fantástica… Sem palavras…

Tens dicas que me querias sugerir ou para as colegas que visitam Brasilia? , Deixa os teus comentários ao meu artigo.

Galeria

 


Nota: Todos os textos publicados na secção blogger integram um espaço de participação dos leitores e seguidores, que convidamos para tal. São da responsabilidade do autor, sendo que não expressam necessariamente a opinião da NEWSAVIA.

denise_ferreira-blogDenise Ferreira, uma jovem mulher que trabalha em viagem há 8 anos, mais especificamente como assistente de bordo na TAP Portugal! Gosto de viver tudo com alma e amor, e por isso guardo e partilho alguns momentos do meu dia-a-dia neste blog. Para além de eternizar esses momentos, a minha partilha pretende também dar dicas a quem quer dar-se ao trabalho de sair de casa e, quiçá, viajar. Neste momento também estudo música, toco piano e amo a mistura da música com as minhas viagens. Essencialmente, considero a viagem vital para sermos felizes, portanto… Voemos!! Blog: www.momentodeviagem.wordpress.com

1 Comments

  1. Enderson Rafael

    Denise, muito legal escutar sua opinião sobre a obra destes dois grandes. Brasília soa, aos nossos olhos do século XXI, um pouco ultrapassada, numa atemporalidade dos anos 1960. A maneira como as ruas foram pensadas hoje mostram insuficientes para o número de carros, mas seu eixo monumental pouco deixa a dever a outros interessantes centros administrativos federais pelo mundo, sendo Buenos Aires e Washington DC os mais notáveis que visitei. Da próxima vez que estiver pelo Brasil me avise, eu sendo baseado no Rio de Janeiro, verei de levá-la a algum lugar por lá que saia um pouco do óbvio. Bons voos!

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica