Bem-vindo, !|Sair

Bruma seca penaliza Cabo Verde – Governo promete solução para 2017

 width=“750” height=

Os aeroportos internacionais Cesária Évora, na ilha de São Vicente, e Aristides Pereira, na ilha da Boa Vista, serão dotados de equipamentos de orientação via satélite, capazes de permitir a aterragem e descolagem em ambientes de fraca ou má visibilidade, anunciou na quinta-feira, dia 29 de dezembro, o ministro da Economia e Emprego da República de Cabo Verde.

José Gonçalves, que falava na cidade do Mindelo, comentava os recentes acontecimentos que limitam as condições de operacionalidade nos aeroportos do país, devido à bruma seca que desde segunda-feira, dia 26 de dezembro, assola o arquipélago de Cabo Verde.

“No próximo ano, não será por razões de bruma seca que deixará de haver voos para São Vicente e Boa Vista” , disse o governante, que prometeu solução para o primeiro trimestre de 2017.

“A solução de navegação por satélite está neste momento numa fase de simulação, deve passar por vários crivos e logo a seguir há uma nova fase de voos experimentais para testar o equipamento”, concretizou José Gonçalves.

A bruma seca já obrigou, esta semana, ao cancelamento de vários voos domésticos e internacionais com destino às ilhas de Cabo Verde, condição meteorológica que afecta sobretudo os aeroportos internacionais de São Vicente e da Boa Vista que não dispõem de equipamento de apoio à aterragem com condições de fraca ou má visibilidade.

Nesta sexta-feira, dia 30 de dezembro, as operações decorreram com normalidade nos aeroportos de Cabo Verde, tendo sido realizados diversos voos de reposição, nomeadamente de companhias aéreas estrangeiras, com turistas provenientes de cidades europeias que passarão o ‘Reveillon’ em hotéis das ilhas.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica