Bem-vindo, !|Sair

Iran Air recebe primeiro Airbus A321 nesta semana

 width=“750” height=

A Iran Air vai receber na próxima quinta-feira, dia 12 de janeiro, o primeiro avião ocidental para reequipar a sua frota, depois de décadas de restrições impostas por oposição dos países ocidentais à política nuclear do país islâmico.

Resolvidas as questões e levantado o embargo ocidental e das Naçõe Unidas, a companhia aérea comercial de bandeira do Irão assinou com a Airbus, em dezembro passado, o acordo final para fornecimento de aviões que já estava negociado desde há um ano, agora com alguns acertos quanto à encomenda inicial.

Assim, o primeiro Airbus A321 acaba de ser registado com a matrícula nacional EP-IFA (c/n 7418) e foi montado e preparado nas instalações da Airbus em Hamburgo, na Alemanha, com todas modificações de decoração e visualização que caracterizam os aparelhos da frota da Iran Air. No final da semana passada foi noticiado que a equipa técnica da companhia iraniana já assinou o protocolo de aceitação da aeronave que será entregue oficialmente na quinta-feira, dia em que também é esperada em Teerão, levada por pilotos iranianos.

Na capital do Irão está a ser preparada uma cerimónia com dezenas de convidados, nomeadamente jornalistas e representantes diplomáticos, sendo provável que o ministro francês dos Negócios Estrangeiros viaje a bordo do novo A321 da Iran Air.

O avião será utilizado inicialmente na rede de voos domésticos da companhia para treino das tripulações, passando depois para voos internacionais.

Até final do primeiro trimestre deste ano, a Iran Air receberá mais dois aviões Airbus A330. A encomenda total à fábrica europeia compreende 100 aviões, sendo 46 da família A320, 38 A330 e 16 A350 XWB.

O Irão negociou com as duas maiores fábricas mundiais de aviões de passageiros, a Airbus e a Boeing, acordos para a aquisição de cerca de 200 aviões. Está ainda em fase de conclusão a negociação de um contrato de aquisição de mais 20 aviões ATR72-600, fabricados pela ATR, empresa controlada pelo consórcio europeu Airbus-Leonardo, com opção para mais 20 unidades. A Embraer parece não estar fora das intenções iranianas, sendo um potencial candidata para fornecimento de aviões para as ligações regionais no interior do Irão, país que conta com uma população de 80 milhões de pessoas.

Por outro lado há a assinalar que outras companhias iranianas estão a negociar com diversas empresas de leasing internacionais a aquisição de aviões mais modernos para as suas frotas, nomeadamente de fabrico ocidental.

 

  • Foto © Maximilian Kramer/Planespotters.net

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica