Bem-vindo, !|Sair

Monarch satisfeita já prevê aumento de frequências para 2018

 width=“750” height=


 

A Monarch Airlines, que integra um grupo independente e se posiciona no segmento dos voos de lazer, participou este ano pela primeira vez na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL)

A presença da companhia aérea britânica na BTL-2017 vem reforçar a aposta que a marca está a fazer em Portugal contando já com voos diretos desde os aeroportos de Lisboa, Madeira e Faro para os aeroportos de Londres (Gatwick e Luton), Manchester, Birmingham e Leeds/Bradford. Também a partir do final do próximo mês de abril o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, na cidade do Porto, vai ter voos diretos para os aeroportos de Birmingham, Manchester e Londres/Luton.

Bob Gysin, diretor de vendas da Monarch, que esteve em Lisboa a liderar a representação da companhia nos dias em que decorreu a feira de turismo, manifestou ao ‘Newsavia’ a satisfação da empresa pela forma como tem sido acolhida em Portugal, nomeadamente, pelas entidades aeroportuárias e relacionadas com a promoção do turismo, além da boa resposta dos operadores turísticos e dos turistas individuais que viajam entre Portugal e o Reino Unido (e vice-versa, onde se regista a maior percentagem de tráfego).

As reservas nos voos da Monarch têm sido um sucesso e os seus responsáveis estão convencidos que no próximo ano haverá novamente um aumento de voos para permitir uma maior disponibilidade de lugares entre os dois países para os passageiros que deslocam em férias, segmento de mercado para o qual a companhia está mais vocacionada.

Chefe de cabina português dá a cara pela companhia

No stand da Monarch o ‘Newsavia’ encontrou Vasco Mendonça, comissário de bordo desde há 24 anos e, presentemente, chefe de cabina da companhia. É um dos cerca de 25 portugueses que trabalham a bordo dos aviões da Monarch. E curiosamente era o rosto do enorme poster que decorava o espaço da companhia na BTL.

Nascido no concelho de Câmara de Lobos, na ilha da Madeira, Vasco Mendonça emigrou quando era criança, acompanhando os pais para a ilha de Jersey, no Reino Unido. Mais tarde passou a residir na cidade de Manchester, onde entrou para a Monarch e conta com uma carreira profissional sempre ligada à aviação comercial, atividade que, confidenciou-nos, é a sua paixão. Ao longo da sua atividade tem corrido o mundo e recorda como pontos altos a participação nas equipas de tripulantes que durante cerca de um mês faziam cruzeiros aéreos de Volta ao Mundo a bordo de um Boeing 757-200, versão Executiva, da companhia que era fretado por operadores turísticos para esses serviços especiais.

Vai continuar na companhia, onde espera, nos próximos anos, ser um dos chefes de cabina escolhidos para voar nos 30 novos Boeing 737 MAX 8 que a Monarch Airlines encomendou e que começarão a chegar ao Reino Unido em abril do próximo ano.

 

  • Fotos © Ana Vanessa Gil

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica