Bem-vindo, !|Sair

TAAG diz que B737-700 que tocou com o nariz na pista do Soyo tem poucos danos


 

A TAAG – Linhas Aéreas Angolanas informou em comunicado que os estragos sofridos pelo avião Boeing 737-700, matrícula D2-TBF, que no passado dia 30 de abril, esteve envolvido num incidente no Aeroporto Comandante Ndozi, na cidade do Soyo, província do Zaire, são de pouca monta.

De acordo com um comunicado de imprensa da companhia angolana de bandeira, distribuído no início desta semana, o diagnóstico só poderá ser confirmado, “quando o trem de pouso do nariz da aeronave for estendido”. Contudo, e para já, no que concerne à peritagem inicial, apenas se descortinam danos nas portas do trem de proa.

Técnicos da TAAG, do Instituto Nacional de Aviação Civil (INAVIC) e do Gabinete de Prevenção de Acidentes de Aeronaves de Angola estão a realizar uma investigação aprofundada, relativamente às causas que estiveram na base deste acontecimento, refere o documento.

O incidente teve lugar domingo último, com o Boeing 737-700 das Linhas Aéreas de Angola, TAAG, que operava a rota Luanda/Soyo e vice-versa.

“Durante a manobra o trem de aterragem frontal retraiu-se e a parte dianteira da aeronave embateu no solo; os motores foram imediatamente desligados pela tripulação e os passageiros desembarcaram com segurança, não houve lesões registadas”, refere o comunicado da TAAG que afirma que a bordo seguiam 40 passageiros e seis tripulantes.

 

  • Foto © João Dias Teixeira/Facebook
  • LINK notícia relacionada

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica