Bem-vindo, !|Sair

TransAsia Airways encerra operações e deixa passageiros em Macau

 width=“750” height=

A TransAsia Airways, companhia aérea com sede em Taipé, na República da China, país que também é conhecido por Taiwan ou Formosa, anunciou nesta segunda-feira, dia 21 de novembro a suspensão de todas as suas operações a partir de terça-feira, dia 21.

A notícia já tinha sido confirmada pela manhã pela autoridade nacional de aviação civil (CAA – Civil Aeronautics Administration), que se mostrou muito surpreendida pela interrupção abrupta dos voos, e surge depois da companhia ter comunicado no domingo, dia 20, no seu site em japonês que os voos entre Taiwan e Tóquio seriam cancelados na terça-feira, dia 22.

Num comunicado distribuído ao fim do dia em Taipé, a TransAsia Airways não aponta causas diretas e precisas para o encerramento da empresa. Apenas adianta que na terça-feira, dia 22, serão fornecidos mais pormenores durante uma conferência de imprensa e que os passageiros que tinham voos marcados e pagos poderão solicitar o reembolso das quantias pagas até ao prazo de 45 dias.

A CAA admite que serão afectados mais de 5.000 passageiros que estavam para viajar nos próximos dias nas 56 ligações semanais da empresa em território nacional e em outras 15 rotas internacionais. A empresa tem uma frota de cerca de 20 aviões, entre os ATR e os Airbus A320 e A321. Até ao final do passado mês de Outubro trabalhou com quatro aviões Airbus A330-300 que, neste momento, estão parados. No total dava trabalho a cerca de 2.000 profissionais.

A TransAsia Airways foi fundada em 1951, tendo sido a primeira companhia aérea privada de Taiwan. Funcionou até 1958, ano em que interrompeu a sua atividade. ‘Ressuscitou’ trinta anos depois, em 1988, chegando a estar classificada como a terceira maior companhia do país. Nos últimos anos diversos problemas de segurança contribuíram para algum descrédito no mercado, tendo desde o ano passado vindo a perder passageiros. Nos três primeiros trimestres deste ano já soma um prejuízo de 69,54 milhões de dólares norte-americanos.

Entre os acidentes mais trágicos da TransAsia destacam-se um em 23 de julho de 2014, com um ATR72, na Ilha dos Pescadores, em que morreram todos os 58 ocupantes e outro a 4 de fevereiro de 2014, logo após a descolagem, em Taipé, em que morreram 43 dos 58 pessoas que viajavam também num ATR72.

Um porta-voz da autoridade nacional de aviação civil de Taiwan, em declarações aos jornalistas locais, disse que esta foi a primeira vez que um companhia aérea do país decidiu suspender a atividade sem prévio aviso, pelo que, e conforme estabelece a legislação em vigor será penalizada com uma pesada multa. Na mesma ocasião foi revelada a colaboração que a autoridade está a receber de outras companhias de Taiwan para o retorno dos mais de 5.000 passageiros que estão a viajar com bilhetes da TransAsia Airways. Muitos desses passageiros viajaram para Macau, na China, onde se encontram sem possibilidades de regressar a Taiwan com o bilhete que adquiriram na TransAsia.

A CAA de Taiwan anunciou também, nesta segunda-feira, dia 21 de novembro, que outra companhia aérea asiática, a Far Eastern Air Transport, do Camboja, tinha cessado as operações. Não se conhecem outros pormenores.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica