Bem-vindo, !|Sair

A320 da Air Canada sai de pista no Aeroporto de Halifax – 24 ocupantes feridos

Um avião Airbus A320 da Air Canada, com 138 ocupantes a bordo, saiu de pista, na noite de sexta-feira, dia 28 de Março, no Aeroporto Internacional de Stanfield, na cidade de Halifax, na Nova Escócia, no Noroeste do Canadá. Não há vítimas mortais, tendo sido assistidas 24 pessoas num hospital da cidade, com ferimentos vários, mas sem gravidade.

O incidente deu-se após uma tentativa de pouso, em condições meteorológicas bastante adversas, disseram fontes aeroportuárias. No momento em que o avião se fez à pista estava a cair um nevão e a visibilidade era muito reduzida, além de vento forte, com rajadas de 28 nós (cerca de 50 km).

Fontes dos bombeiros do aeroporto de HAlifax disseram aos canais televisivos do Canadá que o avião é irrecuperável, opinião partilhada por alguns especialistas depois de conhecida a idade de serviço.

Fontes dos bombeiros do Aeroporto de Halifax disseram aos canais televisivos do Canadá que o avião está bastante destruído e se afigura como irrecuperável.

O avião quebrou uma asa, tendo um dos motores se soltado, antes da aeronave se imobilizar sobre a neve fora da pista. O avião terá tocado em terra antes da cabeceira da pista, tendo no percurso (porque vinha muito baixo) cortado um cabo de alimentação de energia elétrica do aeroporto. Esta será a versão já corrigida do corte de energia, pois alguns sítios da Internet, logo após o incidente, referiam que o avião tinha pousado no momento em que se verificou um apagão no aeroporto.

 


 

 

O avião fazia o voo AC624, era proveniente de Toronto e atrasara o pouso cerca de 45 minutos devido precisamente às más condições atmosféricas na zona do aeroporto de destino. Na opinião de alguns passageiros, logo que o avião tocou terra andou descontrolado, até se imobilizar fora da pista, o que até pareceu que estava fora do asfalto, seguindo um percurso de escorrega no solo, com o resultado à vista. São contudo primeiras impressões veiculadas pelos canais televisivos que serão melhor esclarecidas logo que amanheça e as primeiras verificações técnicas estejam no terreno. O incidente ocorreu pelas 23h43 locais de sábado (04h43 UTC de domingo, dia 29 de Março), segundo o canal de televisão CBC news.

O avião envolvido no acidente tem quase 24 anos de trabalho, tendo feito o seu primeiro voo em 10 de Julho de 1991. Tem número de série de fábrica 233 e é propriedade da empresa de leasing GECAS, estando desde sempre ao serviço da Air Canada. Tem o registo C-FTJP.

Os passageiros saíram do avião pelas mangas de escape de emergência, sendo acolhidos pelos serviços de socorro do aeroporto numa gare preparada para tal efeito, após o que seguiram para um hotel onde pernoitaram.

 

Podem ver em seguida um vídeo com imagens do avião após o incidente, colocado no Youtube pelo canal RT. Note-se que neste filme se vê uma imagem, já no final, do cabo eléctrico quebrado, o que evidencia a ligação do pouso fora de sítio que provocou a avaria e o apagão em todo o aeroporto:

 

 

2 Comments

  1. nós/hora é errado. 1 nó = 1 milha náutica por hora. A unidade é simplesmente o nó, caso contrário estamos a falar de aceleração e não de velocidade.

    • redaccao2

      Erro nosso, claro. Obrigado pelo alerta. Vamos corrigir.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica