A321neo da SATA vai
 à China buscar material para hospitais dos Açores

Um avião Airbus A321 neo, da companhia portuguesa Azores Airlines, que integra o Grupo SATA, com sede na Região Autónoma dos Açores, vai voar para a China nesta semana, onde carregará algumas toneladas de material médico e equipamento de proteção hospitalar para os estabelecimentos de saúde dos Açores.

A notícia é avançada na manhã desta terça-feira, dia 7 de abril, pelo jornal regional ‘Correio dos Açores’ e foi confirmada ao ‘Newsavia’ pela companhia aérea. O voo ainda está em processo de autorização e pouco mais se pode adiantar além do que já revelou o jornal açoriano.

Se tudo correr bem, o avião poderá partir de Lisboa, onde se encontra desde esta segunda-feira, na quarta-feira, dia 8 de abril, com destino à cidade de Xangai, na China. Fará uma escala para reabastecimento, na ida, provavelmente num aeroporto da Rússia.

A previsão de chegada ao Aeroporto João Paulo II, na cidade de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, é entre os dias 12 e 13 de abril, adianta o ‘Correio dos Açores’. A carga será transportada nos porões e na cabina com acondicionamento especial, como aliás tem acontecido em centenas de voos nestes últimos dias, que são feitos com aviões de passageiros convertidos em transporte da cargas, acondicionadas em caixas de cartão com tamanhos médios e que não são muito pesadas.

O avião é fretado pelo Governo Regional dos Açores, entidade que é também dona da companhia aérea. Um facto que se revela favorável para a Região Autónoma, já que há dificuldade em contratar voos de carga no mercado internacional. E interessante porque, porventura, será menos dispendioso e mais rápido do que esperar pela cotação de um aparelho que demoraria mais algum tempo a chegar aos Açores.

 

  • Notícia em desenvolvimento – 13h15 UTC
  • Foto © Gonçalo Lopes

 

  • Mais notícias sobre a pandemia do Novo Coronavírus/Covid-19 – LINK

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica