Aeroporto de Cascavel, no Paraná (Brasil), vai iniciar obras de remodelação em breve

As obras de ampliação do Aeroporto de Cascavel (no Estado do Paraná, Brasil) podem ser iniciadas imediatamente. O secretário de Aeroportos da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Nelson Negreiros, assinou ontem a ordem de serviço que autoriza o início da reforma de ampliação, que permitirá que a capacidade de receber passageiros duplique de 200 para 400 mil por ano, anunciou o departamento governamental.

O aeródromo paranaense é um dos contemplados no plano de investimentos em aviação regional do Governo Federal, que investirá inicialmente R$ 7,3 mil milhões de reais (cerca de 2,43 mil milhões de euros) em pelo menos 270 aeroportos regionais. O programa está em execução desde o começo do ano e o aeroporto de Cascavel é um dos primeiros a poder iniciar as obras.

“O Paraná é o 34º município brasileiro e o terceiro no Paraná que mais se desenvolve. Ampliar e incrementar o aeroporto significa que teremos um crescimento industrial ainda maior, proporcionando geração de empregos”, afirmou o deputado federal paranaense Nelson Padovani, que participou da assinatura. “Nenhum empresário cresce se não tiver disponível um aeroporto adequado e de diversidade”, completou.

Para o secretário de Aeroportos da SAC, a modernização e ampliação do aeródromo paranaense trará desenvolvimento social não somente para a cidade, mas também para a região. “Vamos pedir às companhias aéreas que façam levantamento do potencial de passageiros, a fim de que decidam se querem operar em Cascavel. Vamos lutar para que isso aconteça”, observou Nelson Negreiros.

 

Aeroportos paranaenses

O deputado federal aproveitou o encontro com o representante da SAC para falar sobre outros aeródromos do Paraná que, para ele, carecem de melhorias.

O principal deles, segundo Padovani, é o de Ponta Grossa, que por sua localização desafogaria o aeroporto da capital, Curitiba, que constantemente é fechado por questões climáticas.

“Quando o aeroporto Alfonso Pena (Curitiba) fecha, os pousos são redirecionados para Londrina, Florianópolis e Porto Alegre, que são cidades distantes. Se o passageiro pudesse descer em Ponta Grossa, rapidamente ele chegaria em casa por transporte terrestre”, explicou o parlamentar.

O secretário da SAC afirmou que avaliará a sugestão do deputado: “Equacionámos a questão de Cascavel e agora iremos atrás para resolver Ponta Grossa”.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica