Aeroporto de São Carlos (São Paulo) já tem serviços alfandegários

Um Airbus A319 da LATAM Airlines, prefixo HC-CPZ, em voo direto do Equador, pousou pelas 08h00 da manhã desta quinta-feira, dia 21 de março, no Aeroporto de São Carlos, no interior do Estado de São Paulo, onde está sediado o Centro de Manutenção Técnica da LATAM Airlines Brasil.

O facto, inédito na região, já que todo o desembaraço aduaneiro foi feito no próprio aeroporto, e marca a internacionalização e o alfandegamento da pista do Aeroporto de São Carlos, tornando o Centro de Manutenção da LATAM (MRO) mais competitivo mundialmente, informa um comunicado de imprensa da companhia aérea brasileira.

A partir de agora haverá lugar a uma redução dos custos operacionais adicionais exigidos com taxas aduaneiras, diárias, improdutividade dos aviões, combustível, pousos, decolagens e tripulação das aeronaves que saem de outros países para acessar os hangares de manutenção da LATAM MRO. Tais custos adicionais têm relação direta com as restrições legais que obrigavam as aeronaves provenientes do exterior a realizarem o desembaraço aduaneiro em aeroportos internacionais do Brasil, antes e depois do MRO – tais como no Rio de Janeiro/Galeão, São Paulo/Guarulhos ou São Paulo/Viracopos, por exemplo. Agora, com a internacionalização, as aeronaves irão direto para São Carlos, reduzindo de quatro para um dia o período de desembaraço aduaneiro total (entrada e saída do país). A economia poderá atingir até oito milhões de reais (cerca de 2,11 milhões de dólares ou 1,86 milhões de euros) por ano, a partir de 2020.

“Ao tornar o processo mais rápido e eficiente, projetamos um crescimento de 14% da demanda por manutenções pesadas das nossas aeronaves em São Carlos”, afirma Alexandre Peronti, diretor geral do Centro de Manutenção da LATAM (MRO). “Trata-se de um passo importante para o MRO porque nos torna ainda mais competitivos internacionalmente e, sobretudo, uma referência no mundo”, completa.

O MRO da LATAM em São Carlos é estratégico para o Grupo LATAM Airlines e vem recebendo inúmeros aportes. O mais recente, em 2018, foi de 22 milhões de reais para ampliação e modernização dos hangares do MRO. Além da infraestrutura, o MRO ainda aumentou o seu quadro de funcionário em mais de 150 pessoas. O investimento faz parte da estratégia global da empresa em reconfigurar as cabinas dos seus aviões até 2020. São Carlos será responsável pela remodelação de mais da metade da frota dos aviões da família Airbus A320, utilizados nas rotas domésticas nos países em que a LATAM atua, proporcionando uma melhor experiência para os clientes. Com a remodelação no MRO, as aeronaves receberão estofos das poltronas mais confortáveis e tomadas USB em todos os assentos.

Em 2018, o Centro de Manutenção da LATAM em São Carlos realizou 178 checks e revisou mais de 45 mil componentes, que demandaram 620 mil peças novas. Um cenário bastante diferente daquele de 18 anos atrás, quando foram realizados apenas 28 checks durante o ano, em apenas um hangar.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica