Air Europa expande rede e aumenta capacidade para países da América Latina

A companhia espanhola Air Europa anunciou nesta sexta-feira, dia 4 de janeiro, a abertura de novas rotas transoceânicas e a incorporação progressiva de cinco novos aviões Boeing 787-9, três deles com capacidade para 333 lugares e os dois últimos para 339.

A expansão da rede de longo curso da companhia aérea do Grupo Globalia acrescentará cerca de 8,5 por cento de assentos na capacidade disponível prevista para 2019, refere um comunicado da empresa aérea.

A Air Europa abrirá em junho novas rotas para a Cidade do Panamá, Iguazú (Argentina) e Medellín (Colômbia), que serão servidas por aviões Boeing 787 Dreamliner, uma aeronave projetada especialmente para voos de longa distância, capaz de reduzir o tempo de voo em 40 minutos e que combina um desempenho ambiental excepcional com o máximo do conforto possível a bordo.

A abertura destas rotas faz parte do plano de expansão levado a cabo pela companhia aérea e reforça a Air Europa como uma companhia aérea de referência entre a América e a Europa.

O início dos voos para Medellín confirma a aposta que a companhia aérea tem feito na Colômbia, onde também voa para Bogotá. A Air Europa voará para Medellín três vezes por semana, às terças, quintas e sábados; enquanto operará duas frequências para o Iguaçu, aos sábados e quintas-feiras.

O voo para Iguazú terá uma escala semanal que acontecerá num dos voos de Madrid para Montevideu (Uruguai) sem direito a transporte de passageiros entre Iguazú e a capital uruguaia. A Air Europa será a primeira companhia europeia a ter um voo regular para o aeroporto que, no lado argentino, proporciona acesso às famosas Cataratas do Iguaçú, que se podem apreciar também no lado brasileiro.

Com relação ao Panamá, a companhia aérea voará cinco voos semanais. A Air Europa consolida assim a sua presença na América Central, depois de em meados de 2017 ter aberto a rota para as Honduras.

O aumento de mais 245.000 assentos nas rotas de longo curso em relação a 2018 é também devido à chegada progressiva de cinco novos aviões Boeing 787-9 Dreamliner, a aeronave que lidera a segunda fase da modernização da frota da Air Europa e que reduz 20% de consumo de combustível e emissões e 60% de impacto acústico. A Air Europa irá adicionar até 2022 um total de dezassete novos B787-9 à sua frota.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica