Air France aterra em Lisboa, pela primeira vez, com o Airbus A220-300

Um dos voos da Air France entre Paris-Charles de Gaulle e Lisboa da passada segunda-feira, dia 6 de dezembro, foi realizado com um dos modernos Airbus A220-300 que desde o mês passado equipam a frota da companhia aérea de bandeira francesa, sendo a primeira vez que uma aeronave deste tipo escala Lisboa ao serviço da Air France.

Com a chegada do voo AF1624 nesta segunda-feira, a capital portuguesa juntou-se ao grupo restrito de cidades europeias – em que se integram Barcelona, Berlim, Madrid, Milão e Veneza – já contempladas com a introdução deste avião de última geração na sua rede de curto e médio curso. Até ao final de 2025, a Air France vai receber um total de 60 aeronaves A220-300, encomendadas em 2019 para substituir gradualmente os seus aviões Airbus A318 e A319, bem como vários A320, utilizados nas rotas de médio curso, sobretudo entre cidades europeias.

A Air France opera, este inverno, rotas entre Paris-CDG e 3 aeroportos portugueses (Lisboa, Porto e Faro). Esta oferta é complementada pela do seu parceiro dos Países Baixos, a KLM, com voos entre Lisboa ou Porto e Amesterdão-Schiphol.

 

O avião de corredor único mais inovador e eficiente da sua categoria, o Airbus A220-300 adapta-se perfeitamente à rede de curto e médio curso da Air France. Oferece uma redução de 10% no custo por assento face aos A318 e A319 e destaca-se pelo desempenho energético: consome 20% menos combustível do que o avião que substitui e as suas emissões de CO2 são também 20% menores. A sua pegada de ruído é também de menos 34%. Estas características vão exercer um papel crucial na redução da pegada ambiental e na realização dos objetivos de desenvolvimento sustentável da Air France.

Até 2030, a companhia terá reduzido em 50% todas as suas emissões de CO2 por passageiro/km face a 2005, ou 15% em termos absolutos. A Air France está também empenhada em trabalhar com todas as partes interessadas e os poderes públicos para atingir o objetivo climático de zero emissões líquidas de CO2 até 2050.

 

O Air France Airbus A220-300 tem 148 assentos, numa configuração 3-2 (cinco assentos por fila), permitindo que 80% dos clientes desfrutem de um assento à janela ou no corredor. Propõe duas cabinas de serviço, Executiva e Económica, e acesso ao Air France Connect, a oferta de Wi-Fi a bordo da companhia.

O assento é o mais largo do mercado (48 cm). Com uma inclinação de 118 graus e um encosto para a cabeça ajustável, é revestido em couro e possui espumas ergonómicas para maior conforto. Um largo tabuleiro monobloco, porta-copos, bolsa para revistas e livros, tomadas USB A e C individuais e um porta-tablet ou smartphone integrado no encosto completam o pacote.

Os compartimentos de bagagem espaçosos permitem o carregamento fácil das malas. O corredor central, particularmente amplo, facilita a deslocação.

Finalmente, como em toda a frota da Air France, o ar da cabina é completamente renovado a cada três minutos graças a um sistema de reciclagem que usa filtros do tipo H.E.P.A. (High Efficiency Particulate Air), que eliminam 99,9% das partículas e vírus.

 

  • Notícia com base em informações e fotografias divulgadas pela Air France

 

1 Comments

  1. Avatar

    muito estético. esperemos que se resolvam rapidamente as “bronquites” que têm assolado os motores dos Bombardier CS3 aka A220…

Responder a JM Cancelar resposta

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica