Bem-vindo, !|Sair

Air France/KLM aumenta na América Latina, mas baixa na África e Médio Oriente

O grupo Air France KLM revelou hoje, dia 12 de Novembro, que no mês de Outubro aumentou a sua capacidade em voos de longo curso em 1,9%, com ênfase especial na América Latina, que teve um aumento em 7,2%, e reduziu no médio curso em 1,1%, de que destaca a descida de 6% no doméstico em França.

Em tráfego, porém, o grupo cresceu tanto no longo curso (+2,1%) quando no médio curso (+1,6%), mas como neste sector tinha reduzido a capacidade teve um ganho na taxa de ocupação em 2,2 pontos, para 80,7%, enquanto no longo curso a ocupação subiu 0,2 pontos, para 85,8%. Para a totalidade da rede o grupo teve uma subida da taxa de ocupação média em 0,7 pontos, para 84,7%, com aumento médio do tráfego em RPK em 2% e uma subida do número total de passageiros em 2,1%ou cerca de 145 mil, para 6,932 milhões.

Esta evolução em Outubro permitiu-lhe ‘sair do vermelho’ em termos de balanço de tráfego no acumulado deste ano, apesar da quebra de 1,1 milhões de passageiros em Setembro, pela greve dos pilotos.

No conjunto dos primeiros dez meses deste ano o grupo tem um crescimento do tráfego em RPK em 0,5%, que associado a uma redução de capacidade em 0,5% lhe dá um ganho de taxa de ocupação de 0,9 pontos, para 85,1%.

Em número de passageiros, o grupo também tem um ligeiro aumento no total dos primeiros dez meses, de 0,02% (mais cerca de 12 mil), para 65,287 milhões.

Os dados relativos ao mês de Outubro indicam que apesar da redução de capacidade em 1,1%no médio curso transportou mais cerca de 97 mil passageiros (+2,1%), totalizando 4,819 milhões.

Em voos de longo curso o número de passageiros também aumentou, em 2,3% ou cerca de 48 mil, para 2,113 milhões, mas a evolução do tráfego em RPK, unidade mais utilizada na aviação, apenas permitiu ganho da taxa de ocupação no sector Caraíbas e Oceano Índico (+3,7 pontos, para 87,7%), também porque reduziu a capacidade em 0,6%, e igualar Outubro de 2013 no sector Ásia e Pacífico, com 85,9%, também com redução de capacidade, em 0,4%.

No sector América, onde fez o maior aumento de capacidade, com +5,4%, o tráfego cresceu 4,7%, pelo que a taxa de ocupação baixou 0,5 pontos, para 87,8%, e no sector África e Médio Oriente, apesar de uma redução da capacidade em 0,7%, a taxa também baixou, neste caso em 0,3 pontos, para 78,9%.

Em número de passageiros só o sector África e Médio Oriente ficou abaixo de Outubro de 2013, em 2,3% ou cerca de 11 mil, com 423 mil.

Nos voos de e para o continente americano teve um aumento em 5% ou 43 mil, para 891 mil, nos voos de e para a Ásia e Pacífico teve +1,3% ou mais cerca de sete mil, para 538 mil, e nas ligações com as Caraíbas e Oceano Índico teve +3,5% ou mais cerca de nove mil, para 261 mil.

 

  • Texto publicado pelo portal de notícias de viagens e turismo ‘PressTUR’, parceiro editorial do NewsAvia em Portugal

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica