Bem-vindo, !|Sair

Air Koryo solicita voos regulares para Seul e pretende fazer charters para a China

Absant Training - Junta-te a Nós, Inscrições AbertasCerca de uma dezena de operadores turísticos chineses manifestaram interesse em iniciar a venda de pacotes de viagens para a República da Coreia do Norte, havendo já alguns que apontam a rota Chengdu-Pyongyang como a mais procurada e apetecível.

O anúncio foi feito pela agência de notícias ‘Yonhap’ da Coreia do Sul. A notícia coincide com a decisão da companhia aérea norte-coreana Air Koryo iniciar voos entre as duas cidades no próximo dia 20 junho.

Outras rotas poderão ser anunciadas nas próximas semanas, anunciou por seu lado a agência de notícias ‘Reuters’. Nas cidades chinesas de Dalian e de Guangzhou há muitos turistas interessados em visitar a Coreia do Norte e isso é uma garantia para a rentabilidade das novas rotas que, numa primeira fase, serão feitas em regime de voos charters.

Estas ligações são simbólicas e funcionarão como promoção da abertura do regime de Pyongyang, nomeadamente numa ocasião em que se anuncia para o próximo mês de junho um encontro entre os líderes da Coreia do Norte e dos EUA, depois dos primeiros passos dados no final do mês passado para a reconciliação das duas Coreias.

Kim Jong-un e Moon Jae-in, os líderes das Coreias do Norte e dos Sul, respectivamnete, encontraram-se pela primeira vez na madrugada do passado dia 27 de abril, no lado sul-coreano da Zona Desmilitarizada da Coreia, e assinaram um acordo onde afirmaram o seu compromisso com “uma nova era de paz” e com a “desnuclearização da Península da Coreia.

O caminho está aberto e a nível da aviação comercial há indicações de que já no passado mês de fevereiro a Air Koryo tinha apresentado em Seul o pedido para uma linha regular entre as duas capitais coreanas.

Esta semana o presidente norte-coreano voltou à China, onde esteve novamente em conversações com o presidente do território vizinho. Foi a segunda visita de Kim Jong-un desde o final de março deste ano, quando se deslocou pela primeira vez, após assumir as funções de Chefe de Estado no ano de 2011.

O avião pessoal do líder norte-coreano tem despertado grande curiosidade nos aeroportos chineses por onde passa. A última vez que o ‘Chammae-1’ (um Ilyushin-62 adquirido à ex-União Soviética em 1962) foi visto foi no dia 7 de maio, no Aeroporto Internacional de Dalian Zhoushuizi.

A imprensa sul-coreana noticiou nesta semana que executivos da ICAO (sigla em inglês da Organização Internacional da Aviação Civil) visitaram Pyongyang para avaliar as condições aeroportuárias da capital norte-coreana, com vista ao início dos voos regulares para o Aeroporto Internacional de Seul-Incheon, na capital da Coreia do Sul.

A maioria da frota da Air Koryo é composta por aviões do tempo da União Soviética, completamente desatualizados no que à tecnologia diz respeito. Contudo mantêm-se a voar com regularidade e as informações que chegam a Ocidente é de que estão muito bem conservados e com uma manutenção técnica adequada. A companhia está proibida de voar para a Europa desde 2006, precisamente por questões operacionais de segurança. As entidades certificadoras ocidentais não têm acesso aos aviões da companhia estatal norte-coreana, que fazem voos regulares para a China e para a Rússia, únicos países estrangeiros onde são vistos.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica