Angola quer militares da Força Aérea com melhor formação moral e académica

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O chefe do Estado-Maior da Força Aérea Nacional de Angola (FAN), tenente-general Domingos da Silva Neto, apelou na quinta-feira, dia 23 de Julho, em Saurimo, província da Lunda Sul, aos efectivos da corporação a prosseguirem com a formação académica e profissional, por forma a estarem cada vez mais preparados para os desafios do milénio.

O oficial fez esta declaração durante o acto de encerramento do 4º curso de praças especialistas de Polícia Aérea, tendo realçado que a Força Aérea Nacional de Angola necessita de quadros capazes de poder intervir com experiência e deontologia profissional, nos diversos assuntos e definir as melhores vias para a sua organização e fortalecimento, noticia a ANGOP, agência noticiosa angolana.

Segundo ele, a Polícia Aérea é defensora da disciplina, aprumo e atavio militar, tem ainda a espinhosa missão de assegurar os comandos das unidades, estabelecimentos e órgão da FAN, daí a necessidade dos seus efectivos estarem cada vez mais preparados e prontos a desempenhar as suas missões e tarefas.

” Um bom especialista ao catapultar para outros patamares e horizontes é necessário estar imbuído de qualidade que o dignificam, bem como de uma formação que o capacite para pôr em prática os conhecimentos recebidos durante o processo de instrução, ensino e aprendizagem”, sustentou.

O tenente-general Domingos da Silva Neto acrescentou que a FAN envolvida num intenso processo de reedificação da sua estrutura funcional, onde a formação de quadros ocupa um lugar de destaque.

Na ocasião, o oficial general reprovou a atitude de vários jovens militares que consomem exageradamente bebidas alcoólicas, o que segundo ele, tem manchado a imagem das Forças Armadas Angolanas.

Apelou aos oficiais e responsáveis da FAN sobretudo mais velhos, no sentido de transmitirem valores morais e cívicos à juventude, bem como educá-los psicológica e disciplinarmente na base das tradições combativas para que venham a ser os verdadeiros continuadores da FAN, na base do legado deixado e da defesa da pátria e dos ideais do povo angolano.

Durante três meses, os 450 finalistas foram elucidados em matérias sobre regulamento de ordem unida, regulamento dos serviços da unidade, educação patriótica moral e cívica, normas de continência, ordens militares, normas reguladoras de disciplinas militares, estrutura da força aérea nacional, sistemas de ensino.

Foram ainda capacitados em regimento de defesa anti-aérea, regimento de viação, regimento de tropas, rádio técnica, tiro, balística, lançamento de granadas, táctica geral de combate à guerra urbana, defesa pessoal, armamento, explosivos, munições, defesa militar, segurança interna, segurança militar, embarque e desembarque das aeronaves, higiene e primeiros socorros.

 

  • Texto distribuído pela ANGOP – Agência de Notícias de Angola

 

2 COMENTÁRIOS

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo assegura que “não vai haver aporte do Estado” para o novo aeroporto de Lisboa

O ministro português das Infraestruturas, Miguel Pinto Luz (na...

Lisboa volta a ter voo direto para o Cairo – Egyptair retomou a rota com dois voos semanais

A Egyptair está de regresso a Portugal, tendo retomado...

CRJ-200ER despenhou-se no Nepal – Morreram 18 dos 19 ocupantes da aeronave que fazia um voo de teste

Um avião a jato bimotor CRJ-200ER da companhia nepalesa...

Ativistas climáticos interromperam tráfego aéreo em Colónia/Bona – Movimento já foi retomado

O Aeroporto de Colónia/Bona, na Alemanha, já reabriu ao...