Argentina desactiva frota de caças Mirage

A Argentina está a planear desactivar a frota mista de caças Dassault Mirage da sua Força Aérea, em Novembro, em consequência dos apertos orçamentais que forçam o Governo a fazer cortes ao seu inventário. Os Mirage argentinos já participaram numa cerimónia de despedida, a que assistiu o Chefe do Estado Maior da Força Aérea, o Brigadeiro General Miguel Callejos, embora a frota continue em serviço por mais três meses. A desactivação dos Mirage deixará Buenos Aires com uma falha de capacidade, embora os media do Uruguai noticiem que um substituto está a ser equacionado, dependendo da capacidade de financiamento.

A frota da Força Aérea consiste em oito Mirage III, quatro Mirage 5 e quatro Mirage 5 derivados da Israel Aerospace Industries Neshers, revela a base de dados de frotas da Flightglobal. Em simultâneo, a frota de cinco cargueiros Lockheed Martin C-130H estão a ser modernizada através de processo de vendas militares aos estrangeiro dos Estados Unidos, devendo o primeiro ser entregue em Outubro. A frota vai receber uma suite de aviónicos Rockwell Collins Flight2 instalada pela integradora de plataformas L-3. O upgrade inclui um glass cockpit, displays de voo primário e sistemas de gestão de voo.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica