Bem-vindo, !|Sair

Aviação contribui com 53,1 mil milhões de dólares para a Economia do Dubai

Em conjunto, a Emirates Airlines, a Dubai Airports e o sector da aviação contribuíram 26.7 mil milhões de dólares para a economia do Dubai em 2013, o que representou quase 27% (*) do PIB do Dubai e um total de 416.500 postos de trabalho, reflectindo 21% da empregabilidade total do emirado. Estes dados baseiam-se no mais recente estudo “Quantifying the Economic Impact of Aviation in Dubai” conduzido pela empresa de estudos globais ‘Oxford Economics’, como seguimento do estudo realizado em 2011 pela mesma empresa.

O objectivo do estudo foi o de quantificar o impacto económico do sector da aviação e da sua subsequente cadeia de distribuição sediada no Dubai. Para além disso, o estudo explica a forma como a aviação contribuiu para a economia do Dubai em 2013 em termos de VAB – Valor Acrescentado Bruto (**) e empregabilidade, e apresenta previsões para o sector, e os seus efeitos em cadeia, em 2020 e 2030.

O estudo reafirma a importância do crescimento da aviação, afirmando que este é o maior motor para o desenvolvimento económico e que as suas contribuições de longo alcance para outras indústrias são um catalisador para um espectro de actividades económicas.

 

Principal impacto na aviação: Estima-se que o sector da aviação, incluindo o Emirates Group, a Dubai Airports e outros negócios no sector da aviação tais como as companhias aéreas que voam para o Dubai, entidades reguladoras e a Dubai Duty Free, tenham contribuído para um impacto conjunto de 16.5 mil milhões de dólares no VAB de 2013. Isto inclui contribuições directas, indirectas e inferidas e corresponde a 16,5% do PIB do Dubai, apoiando mais de 259.000 postos de trabalho no emirado.

Em acréscimo, por cada 100 dólares de actividade no sector da aviação, é adicionado um acréscimo de 72 dólares em outros sectores da economia local e, cada 100 novos postos de trabalho criados no sector da aviação contribuem para a criação de 116 postos de trabalho adicionais num outro local do Dubai.

 

Benefícios no Turismo: A aviação já provou ser um catalisador indispensável para o crescimento da indústria turística no Dubai. As actividades de turismo e viagens em 2013 tiveram um impacto económico de 10,2 mil milhões no VAB apoiando 157.100 postos de trabalho. Em 2013, o Dubai recebeu quase 10 milhões de visitantes provenientes de países fora dos EAU, que gastaram 13 mil milhões de dólares. O sucesso do Dubai enquanto destino turístico tem sido um esforço público e privado para investir na aviação de classe mundial e nas infra-estruturas turísticas que suportam a entrada de visitantes. Os resultados geraram dividendos e o Dubai tem actualmente uma quota de 0.4% do tráfego de negócios e de turismo, o dobro do que detinha no ano 2000.

 

Conectividade: Um dos maiores activos do Dubai é a sua conectividade melhorada. Em 2013, a Oxford estimava que, a partir do Dubai, os passageiros se podiam ligar a 25 cidades (ou a 81% das cidades mundiais) com populações de mais de 10 milhões de pessoas. Actualmente e no geral, o Dubai tem voos comerciais com ligação directa para 149 cidades com populações de mais de 1 milhão de pessoas, criando uma exportação potencial para mercados de mais de 916 milhões de pessoas, ou 13% da população mundial. A tonelagem de carga transportada entre 1990-2013 cresceu em média 13,5% por ano, comparativamente com a média global de volumes comerciais de 5.6% por ano.

O transporte de passageiros e de transporte de carga disponibilizada pelo Dubai teve um impacto positivo no Investimento Directo Estrangeiro (IED) e no comércio. Permitiu ainda um melhor acesso a mercados estrangeiros, encorajando exportações e aumentando a competitividade na economia local, o que beneficiou bastante os consumidores.

 

Benefícios Económicos em 2020 e 2030

Espera-se que entre 2014 e 2020, a contribuição do sector da aviação na economia do Dubai aumente a uma velocidade superior à da economia em geral, no seguimento do forte crescimento do tráfego internacional de passageiros e de carga. A capacidade das companhias aéreas e dos aeroportos continua a aumentar de forma a responder ao aumento da procura neste sector.

De acordo com as previsões de crescimento da indústria e com as projecções baseadas nos planos actuais de expansão para o Dubai International (DXB) e para o Al Maktoum International, no Dubai World Central (DWC), estima-se que o impacto económico geral esperado para actividades relacionadas com a aviação e com o turismo cresçam uns robustos 53,1 mil milhões de dólares em 2020. Isto será o equivalente a 37,5% do PIB e apoiando mais de 754.500 postos de trabalho no Dubai.

Prevê-se que em 2020 a Emirates transporte cerca de 70 milhões de passageiros, e a companhia aérea e os seus parceiros têm já planos progressivos para que as infra-estruturas certas sejam construídas de forma a apoiar e capitalizar o crescimento esperado do número de passageiros. No mesmo ano, o Dubai espera receber mais de 20 milhões de visitantes durante a Expo 2020. Os projectos para apoiar o mega evento, que terá a duração de seis meses e decorrerá no Dubai, já estão a ser desenvolvidos. Isto inclui um aumento da capacidade do aeroporto o que engloba a expansão do espaço aéreo, térreo, stands e terminais para permitir que o aeroporto Internacional receba mais 60% de aviões em 2015, e sirva 90 milhões de passageiros em 2018. Espera-se ainda que em 2020 o aeroporto Internacional do Dubai receba 126,5 milhões de passageiros, quase mais 30% do que o número registado em 2010.

Tendo uma visão mais alargada, projecta-se que o impacto total da aviação em 2030 cresça para 88,1 mil milhões de dólares e apoie 1.194.700 postos de trabalho.

 

Pode consultar um resumo e a totalidade do estudo da ‘Oxford Economics’ “Quantifying the Economic Impact of Aviation in Dubai” neste LINK

 

 

Notas:

(*) O estudo da Oxford Economics quantifica apenas os benefícios turísticos, directos, indirectos e induzidos e não tenta colocar um valor sobre os ‘benefícios de conectividade”, como no estudo de 2011 “Explaining Dubai’s Aviation Model”. Para efeitos de comparação, os benefícios turísticos, directos, indirectos e induzidos no estudo de 2011 totalizaram 19.6 mil milhões de dólares, ou 24% do PIB.

(**) O Valor Adicionado Bruto (VAB) define-se como a contribuição que uma instituição, empresa ou indústria faz para o Valor Adicionado Bruto (VAB). A soma das contribuições de todas as organizações no Dubai para o VAB equivale ao PIB do Dubai. Simplificando, o VAB é o resultado da facturação da empresa menos o custo dos bens e serviços adquiridos durante o processo de produção.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica