Azores Airlines atinge recorde histórico no transporte de carga em aviões A321neo

A Azores Airlines, companhia do grupo português de transporte aéreo SATA, com sede nos Açores, atingiu um recorde histórico no transporte de carga e correio, desde que opera com os aviões Airbus A321neo, anunciou nesta sexta-feira, dia 1 de maio, a empresa.

Num comunicado distribuído em Ponta Delgada, cidade da ilha de São Miguel, onde está baseada a Azores Airlines, a companhia diz que transportou, numa só ligação, entre aquela cidade e Lisboa, mais de 11 toneladas de carga e correio, entre as quais destacam-se sete toneladas de pescado fresco e 2,5 toneladas de ananás, o que correspondeu aproximadamente, a 10 toneladas de bens alimentares destinados ao Continente Português.

“É um sinal de que tudo se tem feito para que a retoma da atividade económica no arquipélago dos Açores ressurja, de forma gradual”, assinala o comunicado. “É um motivo de orgulho para a companhia aérea do Grupo SATA que tem procurado ajustar a sua operação aérea às necessidades sentidas no arquipélago, em estreita colaboração com a Associação dos Comerciantes do Pescado dos Açores, os transitários e com os seus clientes”, refere a nota de imprensa.

Se, desde o início da pandemia, a companhia aérea tem assegurado um voo diário para transporte de carga entre o Continente (Lisboa e Porto) e os Açores, posteriormente, ajustou a operação a fim de assegurar o transporte de pescado fresco e outros bens alimentares, no sentido Ponta Delgada-Lisboa, por forma a fazer chegar ao Continente Português os produtos mais frescos dos Açores.

No balanço feito ao último mês, no período compreendido entre 30 de março a 30 de abril, a Azores Airlines contabilizou 33 voos cargueiros para o arquipélago, tendo transportado cerca de 286 toneladas de carga e correio, sendo que 254 toneladas transportadas corresponderam a bens de primeira necessidade e material de uso hospitalar, nomeadamente para combate à pandemia de covid-19.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica