Azores Airlines bate recorde de voo direto mais longo em Airbus A321LRneo

A Azores Airlines, companhia portuguesa do Grupo SATA, com base na Região Autónoma dos Açores, anunciou nesta quinta-feira, dia 9 de setembro, que estabeleceu um novo recorde de voo com um dos seus aviões Airbus A321 LR neo, ao perfazer em 09h49 o percurso de 7.874 quilómetros entre os aeroportos de Oakland, no Estado da Califórnia, na costa oeste dos EUA, e das Lajes, na ilha Terceira, Açores, em voo comercial, com passageiros, sem escalas.

Trata-se do voo comercial direto mais longo em distância percorrida, operado com o equipamento A321 LR neo, feito que, diz a companhia portuguesa, já foi reconhecido pela construtora Airbus que o divulgou em notícias colocadas nas últimas horas nos seus canais de informação.

O avião da Azores Airlines, matrícula CS-TSI, é o mesmo que em janeiro passado tinha obtido também uma marca assinalável – apontada então como recorde para este tipo de aeronave – de percorrer 7.258 quilómetros entre Lisboa e a cidade de Bogotá, capital da Colômbia, em 09h40, num voo fretado para transporte de portugueses que trabalham naquele país latino-americano ao serviço de uma cadeia de supermercados do grupo português Jerónimo Martins.

“Este feito coloca a companhia aérea em destaque nos registos da Airbus, uma vez que bateu a marca do último recorde que havia sido alcançado com o registo de 7.600 quilómetros de distância percorrida entre dois pontos”, destaca a SATA Azores Airlines, em comunicado, no qual destaca o facto deste evento “reforçar o pressuposto de versatilidade da frota com a qual a companhia aérea açoriana opera, e que se tem demonstrado adequada, tanto a operações de médio curso (designadamente voos transatlânticos operados com elevada frequência), mas também em voos considerados de longo curso, outrora impensáveis de realizar com uma aeronave de corredor único e com semelhante desempenho global”.

O voo S4 236 da Azores Airlines ficará definitivamente marcado na história de companhia aérea como tendo sido a mais longa viagem direta efetuada com este tipo de aeronave. O avião descolou do Aeroporto Internacional de Oakland às 13h40 locais (20h40 UTC) na terça-feira, dia 7 de setembro, tendo aterrado na pista do aeroporto das Lajes (Ilha Terceira) às 06h00 locais do dia seguinte.

 

Recorde-se que um avião A321 LR neo da TAP Air Portugal, matrícula CS-TXA, em voo de posicionamento realizado em 29 de março passado, percorreu em 10h07, também em voo direto, uma distância de cerca de 7.500 quilómetros, entre o Aeroporto Internacional de Maputo, em Moçambique, na costa africana do Oceano Índico, e o Aeroporto Nelson Mandela, na cidade da Praia, ilha de Santiago, no arquipélago de Cabo Verde. Foi considerado então o voo mais longo deste modelo de avião, mas é preciso atender ao facto de que a aeronave viajou sem passageiros. A bordo vinham apenas os tripulantes. Tinha transportado para Maputo a seleção de futebol de Cabo Verde e respectiva comitiva, em voo fretado.

O primeiro recorde de distância percorrida e maior tempo de voo direto pelo A321 LR neo foi obtido ainda durante 2020 com um avião da Air Transat, no percurso Montreal (Canadá)-Atenas (Grécia), um voo que demorou 08h40.

  • Notícia corrigida na sexta-feira, dia 10 de setembro

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica