Bem-vindo, !|Sair

Azul escolhe Airbus e adquire 11 aviões de longo curso para a sua expansão internacional

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras anunciou hoje que irá concorrer com as restantes companhias brasileiras no mercado internacional e dentro em breve estará voando para aeroportos da Europa e da América do Norte. O anúncio confirma notícias divulgadas nos últimos meses em diversos meios informativos no Brasil e fora do país, tendo o ‘NewsAvia’ sido um dos primeiros a veicular essa informação, matéria que valeu alguma polémica, já que alguns quadros e comandantes da própria companhia (naturalmente mal informados) fizeram questão em desmentir a matéria, o que, aliás, nunca aconteceu por parte da companhia, que preferiu algum recato nas negociações (Link para nossa primeira notícia inserida em 21 de Março de 2014).

A companhia anunciou hoje, em São Paulo, um plano de expansão, que contempla uma nova frota de 11 aeronaves de grande porte. Com elas, a Azul pretende iniciar voos directos de Campinas/São Paulo para os Estados Unidos a partir do primeiro trimestre de 2015. Esta operação confirma a Azul como uma nova empresa aérea de bandeira brasileira no mercado internacional.

Para permitir essa expansão, serão incorporados cinco Airbus A350-900 – a mais avançada aeronave comercial do mundo – com entrega prevista para início de 2017, e mais seis Airbus A330-200, cujas entregas devem começar ainda no primeiro semestre deste ano. Dessa maneira, pelos próximos três anos, serão acrescidas 11 aeronaves ‘wide-body’ (fuselagem larga) aos actuais 80 Embraer e 56 ATR, que perfazem a frota da Azul para as suas rotas domésticas.

“Somos hoje a companhia que melhor integra todo o Brasil. Com 104 destinos servidos no mercado doméstico, vamos alimentar vigorosamente os voos internacionais, unindo todo o Brasil ao mundo com conexões eficientes e serviços frequentes”, diz David Neeleman, fundador e CEO da Azul. “Esse sempre foi um pedido de nossos clientes. Por isso, queremos proporcionar uma nova experiência nos voos internacionais, com segmentação de tarifas e serviços, seguindo o que estamos fazendo em todo o país.”

 

Onze aeronaves alugadas à ILFC

As onze aeronaves foram arrendadas, sendo os A350-900 juntamente à ILFC (International Lease Finance Corporation) – referência mundial em ‘leasing’ e locação de aeronaves. Todas serão equipadas com motores Rolls-Royce Trent, considerados os mais modernos, económicos e confiáveis em todo o mundo.

O padrão de configuração das novas aeronaves prevê três classes de serviço. No caso dos A330-200, a companhia deverá manter as configurações actuais. Gradativamente, os interiores receberão um novo pacote de melhorias, que incluirá uma total remodelação, de maneira a oferecer uma experiência com o padrão de qualidade da Azul, com novos sistemas de entretenimento de bordo.

Já os A350-900 deixarão a fábrica em Toulouse, na França, equipados com a configuração a ser escolhida pela Azul. “Ao somarmos a enorme capacidade e a vasta gama de opções que essas aeronaves oferecem com o jeito Azul de ser e de fazer, estamos confiantes de que mudaremos o conceito de viagem internacional para os brasileiros”, afirma Neeleman.

 

Azul admitirá mais 1.000 funcionários

Para atender a essa demanda, a companhia dará preferência à promoção interna de seus actuais aeronautas, proporcionando-lhes uma oportunidade de crescimento e de carreira. Para operar essas novas aeronaves serão necessárias mais de mil colaboradores.

Com apenas cinco anos de operações no país, a companhia já sedimentou sua presença em todos os estados e principais centros urbanos do Brasil. “Com a performance incomparável de nossa frota de jactos Embraer, construímos uma capilaridade incontestável e um poderoso sistema de distribuição de voos baseado no aeroporto de Viracopos, em Campinas – o maior hub doméstico do país medido em número de destinos sem escalas –, a companhia sente-se confiante no sucesso desta ambiciosa expansão”, complementa Neeleman.

 

  •  Foto : Airbus

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica