B737-800 da Aeroméxico sofre rombo na fuselagem por suposta colisão com um drone

Um avião Boeing 737-800 da Aeroméxico sofreu um rombo profundo na zona de nariz, após ter chocado, em pleno voo, com um objeto não identificado, anunciou nesta quarta-feira, dia 12 de dezembro, o site mexicano de informação aeronáutica ‘Transponder 1200’.

Segundo refere a publicação tudo leva a crer que o incidente tenha sido provocado por um drone, já que não existem quaisquer indícios que indiquem a colisão com uma ave de grande porte, segundo fontes não oficiais, mas que já observaram os prejuízos causados na aeronave. Os próprios pilotos terão alertado a torre de controlo do aeroporto de Tijuana, onde depois o avião aterrou em segurança, de que tinham sentido um forte impacto e que uma das suspeitas é terem sido atingidos por um drone.

O avião, matrícula XA-ADV, cumpria o voo AM770, que tinha partido do Aeroporto de Guadalajara pelas 06h40 da manhã da quarta-feira, dia 12 de dezembro, e aterrou cerca de três horas depois, tendo colidido com o suposto drone quando estava a fazer a aproximação a Tijuana. Os estragos visíveis são na zona de proteção do radome e do radar meteorológico, que é também uma das mais sensíveis da fuselagem de uma aeronave. Fontes em terra disseram que os estragos são severos nessa zona do aparelho.

O ‘Transponder 1200’ refere que, nem a companhia aérea, nem a empresa aeroportuária, fizeram quaisquer comentários sobre o incidente, que está a ser investigado pela autoridade nacional de segurança aérea. O avião está entregue aos serviços de manutenção da companhia aérea.

 

  • Fotos © ‘Transponder 1200’

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica