Bem-vindo, !|Sair

Brasileiros viajam mais em companhias do País para o estrangeiro

samsung_newsavia_790x120


 

As viagens internacionais continuam em alta: 566,7 mil passageiros viajaram em aviões de empresas brasileiras no mercado internacional em maio deste ano, um aumento de 14,3% em relação a maio de 2014. É a maior quantidade de passageiros transportados em voos internacionais por empresas brasileiras registada para o mês nos últimos dez anos. São 14 meses consecutivos de crescimento nesse indicador, rebela uma nota da Secretaria de Aviação civil do Brasil, distribuída no final do passado mês de junho.

Em maio de 2015, a demanda passageiros-quilómetros pagos transportados do transporte aéreo internacional de passageiros das companhias aéreas brasileiras cresceu pelo 15º mês consecutivo, com aumento de 14,1% quando comparada com o mesmo mês de 2014. Já a taxa de ocupação das aeronaves em voos internacionais de empresas brasileiras foi de 82,6% em maio de 2015, contra 83% no mesmo mês de 2014, menos 0,5%.

 

Mercado doméstico mantém subida desde há 20 meses consecutivos

No que se refere à demanda doméstica de passageiros (voos dentro do Brasil), houve crescimento de 1,2% em maio de 2015, comparada com o mesmo mês de 2014. Com o resultado de maio, o transporte aéreo doméstico completou 20 meses consecutivos de crescimento, e alcançou o seu maior nível para o mês nos últimos dez anos.

O número de passageiros pagos transportados no mercado doméstico em maio de 2015 atingiu 7,7 milhões, mantendo-se estável em relação a maio de 2014. Entre janeiro e maio de 2015, a quantidade de passageiros transportados acumulou crescimento de 2,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As empresas aéreas brasileiras Gol e TAM lideraram o mercado doméstico em maio de 2015, com participações de 36,5% e 36,1%, respectivamente. A TAM registou queda de 5,3% em sua participação de mercado e a Gol apresentou aumento de 3% neste indicador. A Avianca Brasil registou o maior crescimento no mercado doméstico em maio de 2015, quando comparada com maio de 2014, passando de 8,5% para 9,4% (crescimento de 10,3%), enquanto a participação da Azul variou de 17,1% para 17,0% (redução de 0,9%).

A taxa de ocupação das aeronaves em voos domésticos operados por empresas brasileiras em maio de 2015 foi de 78,1%, uma redução de 0,4% em relação ao mesmo mês de 2014.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica