Bem-vindo, !|Sair

Britânico diz ter descoberto o avião do voo MH370 numa floresta do Camboja


O britânico Ian Wilson, especialista em informática e tecnologia, anunciou esta semana que descobriu através de uma inspeção pormenorizada de diversas montanhas na Ásia, através do ‘Google Maps’, o que, acredita serem os destroços do desaparecido avião Boeing 777-200ER da Malaysia Airlines que fazia o voo MH370.

O anúncio criou curiosidade e alguma surpresa, já que ao fim de quatro anos de buscas infrutíferas, poucos acreditam que se possa descobrir este mistério que tem sido investigado com poderosos meios colocados ao dispor da Malásia e da sua companhia aérea nacional por vários países que até agora estiveram envolvidos nos trabalhos e que não chegaram a qualquer conclusão.

Segundo revelou Ian Wilson, que até apresentou imagens captadas através do mesmo sistema ‘Google Maps’, que chega aos nossos computadores através de uma aplicação do gigante informático, que capta as imagens com poderosos satélites de observação, há grandes possibilidades da sua descoberta resolver o enigma do voo MH370, cuja aeronave despareceu no dia 8 de março de 2014 durante um voo de Kuala Lumpur, capital da Malásia, para Pequim, na China, com 239 pessoas a bordo. Wilson diz que o avião estará numa floresta no Cambodja, a grande altitude.

As imagens mostram o que poderá ser um avião com cerca de 69 metros de comprimento, um pouco maior que a medida oficial de 63,7 metros do Boeing 777 desaparecido. Há um espaço maior entre o nariz e a cauda do aparelho, mas isso deve-se a ter partido na queda. Contudo, revela o jornal malaio ‘Daily Star’, a forma reproduzida é de um avião, cujos contornos da fuselagem estão bem denunciados e que leva Ian Wilson a acreditar que o avião poderá ter “pousado”, eventualmente sem combustível, já que os destroços não estarão espalhados por uma grande área.

Ian Wilson está convencido que o impacto terá produzido a destruição da aeronave, mas que, da forma como julga estar, antevê que não terá caído de uma grande altitude. O jornal refere que o informático britânico espera conseguir meios para se deslocar ao local, a fim de comprovar o que sugere ser o avião desaparecido e para resolver de forma definitiva um dos maiores mistérios da história recente da aviação.

 

  • Foto © Google Maps




Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica