Canaryfly suspende voos nas ilhas Canárias até 21 de março

A companhia aérea regional espanhola Canaryfly, que voa inter-ilhas no arquipélago das Canárias, no Oceano Atlântico, decidiu suspender temporariamente as suas atividades a partir da próxima segunda-feira, dia 11 de janeiro, e até 21 de março.

A paragem dos aviões da empresa canária é devido à grande baixa na procura de viagens e às poucas reservas existentes para as próximas semanas, em resultado da pandemia de covid-19, que tem afetado bastante as ilhas do arquipélago.

Um comunicado da empresa, distribuído esta semana na cidade de Las Palmas de Grã Canária, indica que a companhia espera reabrir mais forte na próxima temporada da Semana Santa, por tradição uma das épocas em que se vendem mais viagens de férias em Espanha. A Canaryfly tem uma frota de aviões de transporte regional ATR72-500, um dos quais com configuração total para cargueiro que pode transportar até 8,9 toneladas de carga.

As ilhas Canárias, arquipélago que constituiu uma das comunidades autónomas do Reino de Espanha, tem governo próprio e uma população estimada em cerca de 2,2 milhões de habitantes. A sua economia e grande percentagem do emprego dependem muito do turismo e atividades conexas, pelo que as ilhas passam neste momento por uma grande crise, com números de desemprego nunca vistos antes. O número de infectados no arquipélago é também assinalável, com 28.121 dos cerca de dois milhões registados em Espanha, bem como o número de vítimas mortais resultantes da pandemia de covid-19, que nas ilhas Canárias atinge nesta data (5 de janeiro de 2021) 439. O total nacional é de 51.430 mortos.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica