Bem-vindo, !|Sair

Companhias aéreas europeias contra greve dos controladores aéreos franceses

A Associação de Companhias Aéreas Europeias (AEA) condenou hoje a greve dos controladores aéreos franceses, considerando que é uma “acção injustificada” e que prejudica passageiros e empresas numa das semanas mais movimentadas do ano.

“A AEA condena fortemente esta acção injustificada que mantém sob resgate toda a indústria numa das semanas com mais tráfego de passageiros do ano”, refere num comunicado, divulgado também pela companhia aérea portuguesa TAP.

Desde terça-feira que os controladores aéreos franceses estão em greve, o que tem provocado cancelamentos em voos com França como destino ou partida. No caso português, pelo menos 30 voos, na sua maioria da TAP e da Ryanair, foram cancelados, revelou esta tarde a agência noticiosa portuguesa Lusa, citada por vários jornais.

“A razão para esta contestação está ligada ao interesse particular dos sindicatos, que se recusam a aceitar as medidas necessárias para a melhoria de eficiência nas suas práticas de trabalho”, considera a associação.

Afirmando que estas greves têm consequências nos passageiros e nas companhias, a AEA “acredita fortemente que não pode haver justificação para estas ações, que prejudicam o crescimento económico europeu”.

Citado pelo comunicado, o líder da AEA, Athar Husain Khan, afirma que com a greve os trabalhadores “não só estão a adiar deliberadamente a implementação do projecto ‘Céu Único Europeu’, que é necessário para diminuir a pegada ambiental da aviação e aumentar a eficiência e capacidade do tráfego aéreo, como estão a impor mais uma vez greves injustificadas nos seus clientes”.

“Isto tem de parar imediatamente”, apela Athar Husain Khan.

A greve dos controladores aéreos franceses está marcada até domingo, dia 29 de Junho.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica