Companhias nigerianas suspendem voos domésticos dada a alta dos combustíveis

Mais de uma dezena de companhias aéreas nigerianas vão suspender os voos domésticos a partir desta segunda-feira, dia 9 de maio, devido ao aumento dos preços dos combustíveis.
O anúncio foi feito neste fim-de-semana pela associação de companhias aéreas do país africano (AON – Airlines Operators of Nigeria), que protesta contra a alta de preços, nomeadamente desde o início da guerra na Ucrânia, há dois meses.
Segundo a organização, embora o custo do combustível deva representar “40% do custo operacional global de uma companhia aérea, o atual aumento elevou o custo para cerca de 95% na Nigéria”, um aumento que consideram “astronómico” e que também teve um impacto nos preços dos bilhetes.
Este aumento coloca “uma enorme pressão sobre a sustentabilidade das operações e a viabilidade financeira das companhias aéreas”, lê-se na carta enviada a diversas entidades governamentais.
Entre as 12 companhias signatárias estão a Max Air, a Ibom Air, a United Nigerian Airlines e a Air Peace, que é presentemente a maior companhia aérea do país e da África Ocidental.
A Nigéria, o país mais populoso de África (mais de 200 milhões de habitantes) e o principal produtor de petróleo do continente, não foi poupado aos problemas causados pela invasão da Ucrânia pela Rússia, tais como a escalada do preço dos combustíveis, alimentos e fertilizantes.

 

  • A imagem de abertura mostra um Embraer E195-E2 da Air Peace. Foto © Antonio di Ciommko

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica