Condor continua a voar com empréstimo avalizado pelo Governo alemão

O governo federal alemão, juntamente com o governo estadual do Hesse, deram prontamente o seu aval a um empréstimo-ponte de seis meses, no valor de 380 milhões de euros, para garantir a continuidade das operações da companhia aérea Condor, ameaçada pela falência do Grupo Thomas Cook, detentor de 25% do seu capital.

A decisão governamental alemã, do seu governo federal e do governo do Estado de Hesse, onde a companhia tem a sede, foi saudada por sectores empresariais do País e, nomeadamente, pelos trabalhadores da companhia aérea, que na manhã desta quarta-feira, dia 25 de setembro, se juntaram em frente aos escritórios e formaram a palavra DANKE (Obrigado, em alemão) para agradecer a sensibilidade das autoridades e a rapidez com que resolveram, pelo menos de forma provisória, a questão.

Como se sabe o regime de transporte aéreo na Europa é altamente regulamentado. A decisão aguarda agora ‘validação’ da Comissão Europeia em Bruxelas. Face às circunstâncias e ao descalabro das companhias aéreas europeias, o Governo de Berlim e os responsáveis pela Condor, esperam que os comissários europeus entendam o empréstimo como uma solução para garantir os postos de trabalho e a mobilidade dos cidadãos, até à reabilitação financeira da empresa aérea.

De qualquer é esperada uma auditoria de funcionários europeus que avaliarão as possibilidades de recuperação da empresa e as perspectivas desse empréstimo não se diluir para pagamento da eventual dívida da empresa. Em princípio será um processo pacífico, observam alguns analistas financeiros citados pela imprensa alemã desta quarta-feira.

Fontes da companhia justificaram que este empréstimo tem como objetivo “prevenir possíveis afogamentos de tesouraria, dada a falta de liquidez” devido à insolvência do Grupo Thomas Cook que controlava a gestão da companhia aérea.

A Condor, que também voa para Portugal (Madeira e Faro) transportando turistas alemães de diversos operadores turísticos e outros passageiros que fazem reservas diretamente no site da empresa, tem presentemente um total de 58 aviões ao seu serviço e um quadro de pessoal que atinge cerca de 4.900 funcionários.

A companhia alemã voa desde há 60 anos operando voos fretados para operadores (grupos de agentes de viagens) no denominado segmento de ‘leisure’, que abrange as ligações para aeroportos que servem destinos turísticos e de lazer. No ano passado a Condor transportou oito milhões de passageiros para 10 aeroportos diferentes em todo o mundo.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica