Dash 8 bastante danificado ao atravessar tempestade na Zâmbia – Aterrou em segurança

Um avião de passageiros turboélice bimotor Dash 8-300 da companhia Proflight Zambia ficou severamente danificado quando foi apanhado por uma violenta tempestade na aproximação ao aeroporto de Lusaca, capital e principal cidade da República da Zâmbia, na África Austral.

Informações veiculadas por jornais locais e sites de informação e nas redes sociais indicam que o avião era procedente de Livingstone, outra cidade zambiana, com passageiros a bordo, quando atravessou uma zona de tempestade com muito gelo e descargas eléctricas (trovoadas). O incidente deve ter-se verificado entre as 11h00 e as 11h30 locais, tendo a aeronave aterrado pelas 12h00 locais.

Entre os passageiros gerou-se algum pânico, pois segundo testemunhos dos próprios, houve ocasiões em que sentiram que o avião parecia cair descontroladamente entre uma trovoada muito violenta e constantes impactos de pedras de gelo.

 

Felizmente que a tripulação conseguiu controlar a aeronave e aterrar em segurança de tal forma que, disseram alguns passageiros, parecia que nada tinha acontecido ao avião. Quando desembarcaram tiveram oportunidade de verificar os enormes estragos sofridos pelo aparelho, nomeadamente ao nível da fuselagem, já que os motores mantiveram-se em pleno funcionamento, assim como a cabina de comando. As rupturas verificadas na carlinga não chegaram ao interior da aeronave, disseram fontes da companhia.

Alguns passageiros e comentaristas nas redes sociais estão a propor ao Governo da Zâmbia uma distinção para os pilotos que souberam controlar da menor maneira a situação, tranquilizando os passageiros e, isso mais importante, demonstrar que tinham conhecimento profissional e habilidade para sair de uma situação que, refere a imprensa zambiana, esteve à beira do desastre. A companhia não revelou o nome dos pilotos, nem divulgou o número de passageiros a bordo.

 

Um passageiro de nome Savannbel, que é o autor das fotografias que foram cedidas ao portal de notícias zambiano ‘Mwebantu’ e que publicamos a ilustrar esta notícia, escreveu na sua conta de Facebook: “Preciso mesmo tirar o chapéu para os pilotos do Proflight Zambia. Eles não apenas fizeram o possível para nos tirar da tempestade o mais rápido possível, como também pousaram com muita calma e profissionalismo”.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica