Bem-vindo, !|Sair

Dois Boeing 737-800 da Ryanair colidiram em Stansted (Londres) – só prejuízos materiais

“Não se registaram acidentes pessoais e os estragos materiais são de pouca monta”, assim reagiu o porta-voz da Ryanair, Robin Kiely, acerca da colisão de dois aviões Boeing 737-800 da companhia no passado sábado, dia 28 de Junho, pelas 06h45 locais, no Aeroporto de Stansted, em Londres.

A imprensa britânica da manhã de hoje, domingo, dia 29 de Junho, dá algum destaque ao incidente, como já tinha acontecido ontem com os meios televisivos, e as imagens desmentem boatos que circulavam na Internet de que uma das asas de um dos aparelhos tinha sido arrancada com a violência da colisão.

O incidente deu-se num dos parques de estacionamento do aeroporto entre dois aviões que tinham acabado de aterrar, um proveniente de Varsóvia (Polónia) e outro de Frankfurt/Hahn. Os aparelhos, com capacidade para 189 passageiros cada, colidiram tendo a asa direita de um deles embatido na cauda do outro.

A polícia disse aos jornalistas que apenas foi chamada para fazer um teste de alcoolemia aos pilotos, que deu negativo em ambos os casos, tendo depois os serviços de segurança do aeroporto e funcionários da companhia coordenado a evacuação dos passageiros, o que decorreu sem sobressaltos, confirmou um porta-voz da polícia do condado do Essex, que tem jurisdição sobre a área onde está implantado o aeroporto de Stansted.

A companhia lamentou o sucedido e anunciou que o movimento de aviões tinha sofrido um atraso de três horas devido ao incidente entre as duas aeronaves da companhia. Ao fim do dia estava totalmente normalizado.

O serviço responsável pelo inquérito e investigação de acidentes e incidentes aéreos do Reino Unido – Air Accidents Investigation Branch – tomou conta do incidente, disse a autoridade britânica de aviação.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Fotos distribuídas à Imprensa pela ‘Ryanair News/Twitter’ (direitos reservados)

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica