Dois sindicatos contestam anúncio de acordo de empresa por parte da Portway

Os sindicatos dos Trabalhadores dos Aeroportos, Manutenção e Aviação (STAMA) e Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (SINTAC) contestaram nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro, o teor do comunicado distribuído no dia anterior pela administração da empresa de handling aeroportuário Portway, que afirma que chegou a acordo com quatro dos cinco sindicatos representados na empresa, com vista à celebração de um Acordo de Empresa (LINK notícia relacionada).

Intitulado “Má Fé e Usurpação de Vontades’, o comunicado subscrito pelos dois sindicatos, distribuído ao princípio da noite em Lisboa, diz que “a Portway foi protagonista de mais um triste episódio, do que de pior pode haver nas boas práticas negociais”.

Numa linguagem bastante dura para com os responsáveis da gestão da empresa de handling do Grupo Vinci Airports, STAMA e SINTAC afirmam que a Portway “brinda os trabalhadores com um comunicado que nem os tablóides de pior qualidade da praça nacional seriam capazes de produzir”. Acusam ainda a empresa de ter “uma agenda obscura, que visa impor aos trabalhadores (com a ajuda de alguns)”.

O comunicado destaca o que define como atuação incorreta da empresa no processo negocial e observa que “pior do que todos os atropelos, é o facto de no seu comunicado, a empresa dar vivas a um documento que nenhum trabalhador conhece”, adiantando que “quer o SINTAC, quer o STAMA, nunca esconderam ou negociaram às escondidas dos seus associados”.

No final do comunicado os dois sindicatos denunciam: “…sabemos que estão trabalhadores espanhóis, prontos a embarcar para Portugal, para cobrir grevistas” e prometem desencadear, em bloco, “uma ação de informação a todos os trabalhadores”.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica