EasyJet digitaliza registo técnico de aeronaves a bordo para reduzir uso e peso de papel

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A EasyJet está a substituir os pesados registos técnicos e de cabina em papel, anteriormente utilizados pela tripulação de bordo, engenheiros, tripulação de solo e tripulação de voo pelo novo sistema e-techlog, que será implementado na sua frota de 346 aeronaves até ao final do próximo ano.

Esta mudança representa mais um passo na tentativa da EasyJet de reduzir o seu desperdício operacional, prevendo-se que a transição evite a impressão e armazenamento de mais de 300.000 folhas de papel todos os anos.

Além disso, o novo sistema e-techlog ajudará a agilizar o processo de relatórios de manutenção para a tripulação de voo, tripulação de cabina e engenharia, permitindo à EasyJet aumentar a produtividade da manutenção de linha.

Reforçado por relatórios em tempo real das tripulações de voo e de cabina, o novo sistema ajudará, em particular, a EasyJet a reduzir os atrasos em terra, diminuindo os tempos de manutenção das aeronaves para permitir uma maior disponibilidade das mesmas e, em última análise, menos perturbações para os passageiros.

David Morgan, Diretor de Operações da EasyJet, comenta a entrada em funcionamento do novo sistema que será implementado a bordo será implementado na frota de 346 aeronaves da família Airbus A320 da companhia até final de 2025:

“A implementação da tecnologia de ponta da ‘Ultramain’ em toda a nossa frota de aeronaves não só melhorará os processos de elaboração de relatórios para a nossa tripulação e equipas de engenharia, como também reduzirá os atrasos em terra, contribuindo para melhorar ainda mais a experiência de viagem dos nossos clientes. O nosso investimento contínuo em soluções inovadoras como o e-techlog significa que não só encontraremos soluções mais rápidas para os defeitos, como também, ao reduzir a utilização de papel e o peso do avião, estamos a dar mais um pequeno, mas importante passo para reduzir o nosso impacto ambiental.”

Uma vez implementado, o e-techlog será operado através do software da ‘Ultramain’ e instalado em iPads operacionais acessíveis ao pessoal da EasyJet em terra e no ar. Isso permitirá que tanto a tripulação quanto os engenheiros reportem problemas de manutenção em tempo real enquanto estão em solo, dando-lhes a oportunidade de encomendar novas peças com antecedência e assim evitar atrasos e tempo de inatividade operacional.

Adicionalmente, a transição do uso de caneta e papel para um processo totalmente digitalizado eliminará qualquer margem para erros ou interpretações equivocadas. O software permitirá aos engenheiros identificar instantaneamente problemas à medida que entram na aeronave, graças à funcionalidade de mapa interativo da cabina integrada no e-techlog.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Pilotos da TACV suspendem greve após acordo com empresa e o Governo de Cabo Verde

Os pilotos dos voos internacionais da TACV – Transportes...

Governo assegura que “não vai haver aporte do Estado” para o novo aeroporto de Lisboa

O ministro português das Infraestruturas, Miguel Pinto Luz (na...

Lisboa volta a ter voo direto para o Cairo – Egyptair retomou a rota com dois voos semanais

A Egyptair está de regresso a Portugal, tendo retomado...

CRJ-200ER despenhou-se no Nepal – Morreram 18 dos 19 ocupantes da aeronave que fazia um voo de teste

Um avião a jato bimotor CRJ-200ER da companhia nepalesa...