Bem-vindo, !|Sair

Efromovich confirma queixa para Bruxelas sobre negócio da TAP

banner_ilha_verde_1


 

Germán Efromovich vai entregar, até à próxima quarta-feira, dia 8 de julho, uma queixa na sede da União Europeia, em Bruxelas, contestando a vitória do consórcio ‘Atlantic Gateway’, de David Neeleman e Humberto Pedrosa, na compra da TAP, adiantou ao portal de notícias de economia ‘Dinheiro Vivo’ fonte próxima do empresário.

A queixa às direcções da Concorrência e dos Transportes será reforçada com documentação sobre os estatutos da ‘Gateway’, sociedade na qual, apesar de minoritário, David Neeleman terá de investir mais na TAP, detém mais poder na gestão da companhia e uma maior fatia dos lucros (74,47%), sabe o ‘Dinheiro Vivo’. Efromovich já tem uma equipa em Bruxelas a tratar deste dossier, existindo uma versão preliminar da queixa, a que se irá juntar esta nova informação.

Os estatutos da ‘Gateway’, a que o ‘Dinheiro Vivo’ teve acesso, deram entrada a 19 de junho e referem que, apesar de ter uma participação de 49,9%, as ações detidas por David Neeleman têm categoria A. O norte-americano é o único detentor deste tipo de ações especiais, ficando obrigado a injeções de capital em dinheiro até 214,5 milhões de euros, enquanto Pedrosa, o sócio maioritário, terá de despender o máximo de 12 milhões. Para a equipa de Efromich esta informação é relevante, já que revela que Neeleman é responsável por “95% do investimento e Pedrosa apenas por 5%”. As ações especiais também dão a Neeleman mais lucros. “O surpreendente não é Neeleman ter a maioria dos lucros, mas Pedrosa receber 25% dos mesmos quando tem um investimento máximo de 5%”, reforça a mesma fonte.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica