Embraer entregou um total de 181 novos jatos no ano passado

A fábrica brasileira de aviões Embraer entregou um total de 198 jatos em 2019, sendo 89 comerciais e 109 executivos (62 leves e 47 grandes), o que representa um aumento de 9% em relação às entregas verificadas em 2018, quando a empresa entregou um total de 181 jatos.

O volume de entregas tanto para a aviação comercial quanto para a aviação executiva ficou dentro das estimativas para 2019, de 85 a 95 jatos comerciais e de 90 a 110 de jatos executivos. No quarto trimestre de 2019, a Embraer entregou 81 jatos, sendo 35 comerciais e 46 executivos (20 leves e 26 grandes). Em 31 de dezembro, a carteira de pedidos firmes a entregar totalizava 16,8 mil milhões (bilhões no Brasil) de dólares norte-americanos.

No quarto trimestre de 2019, a Embraer entregou o primeiro jato executivo Praetor 500 à Flexjet, uma das companhias líderes globais no mercado de transporte via jatos particulares, pouco mais de um ano após o lançamento do novo modelo na NBAA-BACE (National Business Aviation Association’s Business Aviation Convention and Exhibition), em 2018.

A Embraer anunciou a expansão do centro de serviços da Embraer no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood (KFLL), na Flórida, nos Estados Unidos, ampliando a capacidade de serviços por meio de um acordo de locação de um hangar exclusivo com a Jetscape Services. A presença da Embraer na Flórida é estratégica para os clientes da Aviação Executiva no sul dos Estados Unidos, nas Caraíbas e na América Central, assim como para aqueles que frequentemente passam pelo sul da Flórida.

No Dubai Airshow, a Embraer anunciou o nome e a designação de sua aeronave de transporte multimissão, o Embraer C-390 Millennium. A nova designação reflete maior flexibilidade e valor para os operadores que procuram uma aeronave para realizar missões de transporte aéreo e mobilidade aérea, entre outros.

Em paralelo, a Embraer e a Boeing anunciaram que a joint-venture para promover e desenvolver novos mercados para a aeronave multimissão C- 390 Millennium que será denominada ‘Boeing Embraer – Defense’. A organização estará operacional somente depois da joint-venture das empresas receber a aprovação dos órgãos regulatórios e logo que estejam cumpridas as formalidades para a conclusão das negociações.

No mesmo período, a Embraer entregou a segunda unidade do KC-390 Millennium à Força Aérea Brasileira (FAB), e o contrato com o Governo de Portugal para um pedido firme de cinco aviões KC-390 foi incluído na carteira de pedidos da Embraer do quarto trimestre de 2019.

 

Ainda no evento em Dubai, a Embraer anunciou dois negócios envolvendo a aviação comercial: um contrato com a Air Peace para três jatos E195-E2 adicionais, confirmando direitos de compra do contrato original, e três jatos E190 para a CIAF Leasing.

A Embraer recebeu três novos operadores de E2: a Helvetic Airways, da Suíça, e a Air Kiribati, da República do Kiribati, receberam seus primeiros jatos E190-E2, enquanto a Binter, da Espanha, recebeu seu primeiro jato E195-E2. A fábrica brasileira também assinou contratos de vendas com a SkyWest, para um pedido firme de 20 jatos E175, que serão operados para a American Airlines, e com a Congo Airways para dois jatos E175, com direitos de compra de duas unidades do mesmo modelo.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica