Emirates sugere férias e licenças sem vencimento aos seus empregados

O Grupo Emirates distribuiu uma comunicação interna, na qual se manifesta na disposição de conceder licenças de férias ou para gozo de dias de folga acumulados, logo que sejam solicitados, face à queda na procura, que está a abalar os índices de ocupação dos seus aviões.

A situação resulta da epidemia Covid-19 (coronavírus) que, desde há praticamente dois meses, está a condicionar as deslocações de pessoas em todo o mundo, muito particularmente na China e nalguns países asiáticos e da Europa Central.

O Grupo Emirates é uma empresa estatal dos Emirados Árabes Unidos que é proprietária de uma das maiores companhias aéreas a nível mundial, que detém as maiores frotas mundiais de aviões de passageiros Airbus A380 e Boeing 777. O grupo é também um dos maiores empregadores do Médio Oriente, com um quadro conjunto de mais de 100.000 funcionários.

Esta é a primeira vez, em dez anos, que a venda de bilhetes de avião entra em queda, a nível global. O sector da aviação comercial tem crescido em número de passageiros e vendas em percentagens relevantes na última década, com reflexos importantes na economia mundial.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica