ERJ145 da MEX – Moçambique Expresso sai de pista em Maputo – 29 ocupantes ilesos

Um avião Embraer ERJ145 da MEX – Moçambique Expresso, companhia subsidiária da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique, saiu de pista ao aterrar na tarde desta segunda-feira, dia 30 de setembro, no Aeroporto Internacional de Maputo.

O incidente verificou-se pelas 16h50 locais (menos uma hora em Portugal Continental, menos duas pelo horário UTC) com o voo TM165 que fazia o percurso Nacala-Beira-Maputo.

A bordo estavam 25 passageiros e quatro tripulantes. Um comunicado distribuído pela LAM, minutos após o incidente, revela que “os passageiros e a tripulação desembarcaram em segurança”.

O desenho a amarelo sobre a vista aérea do Aeroporto Internacional de Maputo (©Google Earth) mostra o trajeto do avião com entrada pela pista 05 e depois o local aproximado onde se imobilizou. Publicação © JACDEC.de

 

O avião, matrícula C9-MEH, construído no ano 2000 e desde março de 2013 ao serviço da companhia moçambicana, despistou-se já sobre a pista, numa ocasião em que havia vento com rajadas de 50 quilómetros/hora no aeroporto.

Um comunicado da LAM, distribuído na segunda-feira, ao fim da tarde, diz que “a tripulação sentiu um deslize rápido e repentino da aeronave, tendo tomado de imediato os procedimentos para fazer o movimento inverso, de modo a imobilizar a aeronave”.

A nota da empresa aérea reafirma que os ocupantes da aeronave abandonaram o aparelho pelos seus próprios meios e encontram-se todos ilesos.

 

 

A LAM e a sua subsidiária MEX criaram uma comissão de inquérito interna que será responsável pelo contacto com as entidades competentes para o apuramento das causas do acidente. Esta comissão de inquérito será alargada com elementos das entidades aeronáuticas nacionais, a quem compete a investigação de incidentes e acidentes com aeronaves.

Técnicos das duas companhias aéreas trabalharão nos próximos dias para proceder à remoção do ERJ145, que será sujeito a uma inspeção técnica rigorosa e para decidir acerca da sua reparação e recuperação operacional.

A MEX – Moçambique Expresso tem uma frota composta por dois aviões Embraer 120 Brasília e três Embraer ERJ145. Realiza voos entre aeroportos mais pequenos ou em linhas de menor densidade de passageiros, ao serviço da LAM, companhia de bandeira deste país africano banhado pelo Oceano Índico.

 

  • Fotos © TWITTER Alexandre Nhampossa/@AllexandreMZ
  • Notícia corrigida e atualizada às 12h00 UTC de terça- feira, dia 1 de outubro

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica