Bem-vindo, !|Sair

ERJ190 da Aeromexico Connect cai em Durango – 80 feridos entre os 101 ocupantes – com vídeo

A Unicâmbio dá milhas 1€=1Milha


Um avião Embraer ERJ190AR da Aeromexico Connect, uma companhia subsidiária da Aeromexico, que realiza voos regionais e para aeroportos com menor tráfego no México, caiu nesta terça-feira, dia 31 de julho, pelas 15h10 locais (20h10 UTC) durante a descolagem do Aeroporto Internacional de Guadalupe Victoria, em Durango, no norte do México. Dirigia-se para a Cidade do México, onde deveria aterrar cerca de uma hora e meia depois (voo AM2431).

A bordo seguiam 97 passageiros e quatro tripulantes. Uma informação do governador de Durango, José Aispuro, publicada na rede Twitter,  pelas 17h30 locais (22h30 UTC) refere que não há mortos, entre os ocupantes do aparelho acidentado, tendo os serviços de resgate médico anunciado que haverá cerca de 80 feridos, mas a maioria apenas com escoriações e pequenos ferimentos.

Ainda segundo o governador de Durango o comandante tentou abortar a descolagem devido ao mau tempo que se fazia sentir na ocasião, mas não terá executado a manobra a tempo, tendo o avião saído descontrolado na cabeceira da pista. Existem outras versões para o acidente, nomeadamente que terá chocado com um objecto ou um pássaro na descolagem. Nenhuma destas versões foi avalizada pelas autoridades aeronáuticas.

Bombeiros do aeroporto acorreram imediatamente ao incêndio provocado pelo impacto da aeronave no solo. Sobre a pista do aeroporto ficaram, em sítios diferentes, os dois motores do avião, que se desprenderam das asas, tendo a cabina da aeronave se imobilizado a cerca de 350 metros da cabeceira da pista. Esta informação corrige as anteriores que referiam que os destroços do aparelho teria ficado a três ou mais quilómetros do aeroporto.



A companhia aérea confirmou que não há vítimas fatais entre os ocupantes do avião e agradeceu o trabalho eficiente dos tripulantes, dos socorristas e dos bombeiros que muito contribuíram para a rápida evacuação da aeronave, e consequente salvação de muitas vidas.

O avião acidentado, matrícula XA-GAL, tinha 10 anos e dois meses de serviço. Foi recebido em maio de 2008 pela companhia norte-americana US Airways, tendo sido integrado em outubro de 2009 na frota da Republic Airways. Estava desde junho de 2014 na companhia mexicana que voa com uma frota de 48 aviões ERJ190 e ERJ195  a que se juntam mais 13 aeronaves ERJ 170 e ERJ175

A Embraer, construtora da aeronave destruída no acidente, distribuiu um comunicado na noite desta terça-feira, em que lamenta a ocorrência, mostra a sua solidariedade com todos os atingidos pelo acidente e manifesta disponibilidade para, juntamente com as autoridades mexicanas, apurar o que aconteceu com este voo da Aeroméxico Connect.

  • Notícia atualizada às 10h20 UTC de quarta-feira, dia 1 de agosto.

 




Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica