França acusa a Norwegian de concorrência desleal e vai queixar-se a Bruxelas

Bruno Le Maire, ministro da Economia e Finanças da França, Vai solicitar à Comissão Europeia que intervenha contra o apoio público da Noruega a favor da empresa de aviação comercial Norwegian, o que lhe permitiu baixar os preços e distorcer a concorrência no sector do transporte aéreo na Europa. Mesmo assim, sem resultados positivos, já que a sua situação financeira é considerada de grande risco.

O ministro francês explicou, durante uma entrevista televisiva transmitida neste domingo, dia 29 de setembro, pelos canais LCI e RTL, que vai escrever ao Executivo da Comunidade Europeia alertando Bruxelas para as consequências desse eventual apoio e, direto ou indireto suporte financeiro, que está a prejudicar grandemente, as outras companhias aéreas que não têm as mesmas vantagens.

Le Maire reclamou que a Norwegian, que há alguns anos opera linhas em concorrência direta com a Air France, “reinventa os preços”, apesar de estar fortemente endividada porque conta com o apoio do Estado Norueguês: “Não posso aceitar isso porque as regras devem ser as mesmas para todos”.

Momentos antes, o ministro francês havia respondido a perguntas que, de forma indireta, acusavam o governo francês de não ter evitado a falência da empresa francesa Aigle Azur, decretada pela justiça na sexta-feira passada, que deixará mais de 1.100 trabalhadores desempregados na França e na Argélia.

“O papel do Estado não é administrar empresas comerciais”, disse Bruno Le Maire, que em seguida manifestou-se convicto de que os atuais desempregados da Aigle Azur encontrarão trabalho novamente, já que o sector da aviação comercial está em constante crescimento e que outras companhias europeias precisarão de admitir profissionais habilitados com os seus conhecimentos.

O ministro da Economia e Finanças da França disse ainda que a queda de outra empresa francesa de aviação, a XL Airways, em particular, está explicada “em parte” pela concorrência da Norwegian, que perturbou o mercado com tarifas transatlânticas reduzidas, enquanto, por outro lado, mantém uma dívida muito alta.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica