GOL responde ao anúncio da Azul sobre eventual compra da TwoFlex

Face ao anúncio da intenção da Azul Linhas Aéreas Brasileiras adquirir a empresa de transporte aéreo regional TwoFlex (LINK notícia relacionada), a GOL Linhas Aéreas Inteligentes já respondeu e esclareceu que a companhia possui apenas um acordo de compartilhamento de voos (designado em aviação comercial por code share), em parceria também com alguns governos estaduais, além de prefeituras, beneficiando os aeroportos de pequeno porte do Brasil.

Sobre a venda da TwoFlex e os impactos que isso possa causar, a GOL comunicou que “a aquisição da TwoFlex por uma congénere em nada afeta o seu plano de expansão regional e o processo de democratização do acesso ao transporte aéreo no País, protagonizado pela companhia ao longo dos 19 anos da sua história”.

O Acordo da GOL com a TwoFlex de compartilhamento de voos e compra de capacidade representou apenas 0,007% do número de assentos oferecidos e 4.185 passageiros transportados em 2019, uma percentagem de 0,012% do total dos 35 milhões de clientes atendidos pela GOL no ano passado.

Nesta quarta-feira, dia 15 de janeiro, a revista ‘Valor Económico’ noticiava na sua edição digital que “com esta aquisição, a Azul terá pelo menos dois benefícios diretos: amplia de 41 para 55 o número de voos diários no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e dificulta o plano de expansão regional da GOL, baseado em acordos de compartilhamento com empresas menores”.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica