Governo autoriza empréstimo à Cabo Verde Airlines

O Governo da República de Cabo Verde autorizou, através da Direcção-Geral do Tesouro, a Cabo Verde Airlines a contrair um empréstimo junto da Caixa Económica de Cabo Verde no valor de 100 milhões de escudos (o equivalente a cerca de 907 mil euros/1,075 milhões de dólares), segundo uma resolução publicada terça-feira, dia 3 de novembro, no Boletim Oficial.

Conforme o documento o aval tem data de vencimento de 12 meses, em conformidade com o período de utilização e o prazo de amortização do empréstimo nos termos aprovados.

No Boletim Oficial, o Estado reconhece o manifesto interesse nacional em criar as condições necessárias para apoiar a empresa a enfrentar as consequências impostas pelo actual contexto de pandemia.

Segundo o Governo, esta medida serve também para apoiar a Cabo Verde Airlines a pagar o salário dos trabalhadores, uma vez que há já algum tempo que não opera e precisa honrar tais compromissos.

Em março de 2019, o Estado de Cabo Verde vendeu 51% da então empresa pública TACV (Transportes Aéreos de Cabo Verde) por 1,3 milhões de euros à Lofleidir Cabo Verde, empresa detida em 70% pela Loftleidir Icelandic EHF (grupo Icelandair, que ficou com 36% da CVA) e em 30% por empresários islandeses com experiência no setor da aviação (que assumiram os restantes 15% da quota de 51% privatizada).

O Governo concluiu este ano a venda de 10% das ações da CVA a trabalhadores e emigrantes, mas os 39% restantes, que deveriam ser alienados em bolsa, a investidores privados, vão para já ficar no domínio do Estado, decisão anunciada pelo executivo devido aos efeitos da pandemia.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica