Governo de Angola contrata empresa britânica para elaborar o Plano Diretor da nova ‘Aerotropolis de Luanda’

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A empresa britânica ‘Foster + Partners’ foi contratada pelo Governo da República de Angola para elaborar um Plano Diretor para a nova ‘Aerotropolis de Luanda’, que servirá de núcleo regional para a África Central.

“O Plano Diretor será alinhado com as aspirações futuras de Angola e com o crescimento económico previsto, respeitando simultaneamente o património e a paisagem ecológica única do país”, anunciou nesta sexta-feira, dia 21 de junho, o Ministério dos Transportes e Habitação, em Luanda, que noticiou que a cerimónia de assinatura do contrato foi celebrada na passada quarta-feira, dia 19, na cidade de Londres.

Gerard Evenden, director da ‘Foster + Partners’, citado num comunicado distribuído pelo departamento governamental angolano, afirma: “Estamos muito satisfeitos por fazer parte deste projeto transformador para Angola, o qual irá criar uma comunidade nova e próspera em torno do aeroporto existente. O nosso Plano Diretor definirá uma abordagem sustentável e de longo prazo que antecipa o crescimento futuro do país.”

Ricardo Viegas de Abreu, ministro dos Transportes de Angola, por seu lado, sublinha a importância do projeto e da assinatura deste contrato, designadamente porque “temos de oferecer a quem nos visita e a quem connosco trabalha condições de excelência à chegada e durante a sua estadia. Erguermos uma cidade aeroportuária, onde todos possam chegar, trabalhar e desfrutar do conforto necessário, representa um marco na nossa afirmação como país aberto ao exterior e disponível para trabalhar com todos os que tenham capacidade para crescer com e no nosso país”. O governante angolano enfatiza também o facto deste projeto “poder vir a potenciar a criação de parcerias público-privadas (PPP) e de um modelo sustentável de crescimento e de mobilidade urbano a partir do funcionamento de um aeroporto internacional, do fluxo populacional por si gerado, e da articulação com a comunidade empresarial. Um modelo que, integrando a cidade aeroportuária com a atual cidade de Luanda, contribua para o crescimento e a dinamização da nossa capital e a transforme numa cidade global onde os luandenses possam viver, trabalhar e empreender”. Para o mesmo responsável, a escolha da ‘Foster + Partners’ representa a aposta num parceiro com competência e reputação comprovadas, capaz de conceber e implementar um projeto do qual todos os angolanos se venham a orgulhar.

Localizada a aproximadamente 50 quilómetros para o interior a partir do centro de Luanda, num terreno de 13.000 hectares, a nova cidade aeroportuária irá rodear o recentemente concluído Aeroporto Internacional Dr. António Agostinho Neto. Este projeto de utilização mista incluirá comércio, habitação e hotelaria, bem como serviços médicos, centros de formação, edifícios culturais e educativos, entre outras tipologias. A tecnologia e as energias renováveis serão as forças motrizes do Plano Diretor.   A visão do estúdio para o projeto fará parte do próximo roadshow governamental que visa atrair investimento

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Pilotos da TACV suspendem greve após acordo com empresa e o Governo de Cabo Verde

Os pilotos dos voos internacionais da TACV – Transportes...

Governo assegura que “não vai haver aporte do Estado” para o novo aeroporto de Lisboa

O ministro português das Infraestruturas, Miguel Pinto Luz (na...

Lisboa volta a ter voo direto para o Cairo – Egyptair retomou a rota com dois voos semanais

A Egyptair está de regresso a Portugal, tendo retomado...

CRJ-200ER despenhou-se no Nepal – Morreram 18 dos 19 ocupantes da aeronave que fazia um voo de teste

Um avião a jato bimotor CRJ-200ER da companhia nepalesa...