Grã-Bretanha coloca a Espanha nos destinos de turismo não seguros

O Governo do Reino Unido anunciou neste sábado, dia 25 de julho, que excluiu a Espanha da lista de países seguros, por causa da pandemia de covid-19, obrigando os viajantes provenientes de todas as regiões desse país a uma quarentena.

Um porta-voz do Ministério dos Transportes britânico disse que a medida entra em vigor a partir da meia-noite e se aplica a todo o território espanhol, incluindo as ilhas Baleares e o arquipélago das Canárias.

A exclusão da lista de países seguros – que inclui nações como França, Alemanha, Estónia ou Eslovénia, mas não Portugal ou Estados Unidos da América – significa que os viajantes que chegam de Espanha terão que ficar em quarentena por 14 dias numa residência no Reino Unido, sob pena de multa de até mil libras (1.072 euros).

A decisão do Governo britânico acontece depois de várias comunidades autónomas espanholas terem relatado novos surtos de covid-19, bem como um aumento de contágios nas últimas 24 horas.

A Catalunha, uma das regiões mais afetadas pelos surtos, registou nas últimas 24 horas 1.493 novas infeções com o novo coronavírus, com 89.727 casos acumulados desde o início da pandemia, além de três novas mortes.

Para lidar com a situação, a partir da noite deste sábado e durante duas semanas, os estabelecimentos noturnos serão encerrados em cidades como Barcelona, não só na sua área metropolitana, como também em outras localidades nas províncias de Lleida e Girona.

A exclusão da Espanha, o primeiro destino de férias dos britânicos, irá alterar os planos de verão de muitas pessoas, além de afetar os setores de turismo espanhol e britânico.

 

Portugal também continua de fora dos corredores de viagens que isentam os passageiros de quarentena na chegada ao Reino Unido, apesar de o Governo britânico ter adicionado esta semana cinco países (LINK notícia relacionada)

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica