Bem-vindo, !|Sair

Greve de pilotos na Vueling afeta 18 voos de e para Portugal em dois dias

Absant Training - Junta-te a Nós, Inscrições AbertasA companhia aérea Vueling vai cancelar nas próximas quarta e quinta-feiras, dias 25 e 26 de abril, 18 voos de e para Portugal, devido a uma greve de pilotos, que reivindicam aumentos salariais.

Dados recolhidos pela agência de notícias de turismo e viagens ‘PressTUR‘ na lista de voos cancelados publicada pela Vueling existem 12 voos de e para Lisboa e seis voos de e para o Porto, nos dias 25 e 26 de Abril.

No caso de Lisboa, no dia 25 de abril, estão cancelados os voos com origem em Paris/Orly às 06h30 (VY1983) e às 16h45 (VY1981), bem como os voos à saída da capital portuguesa com destino a Paris/Orly às 08h50 (VY1984) e às 19h05 (VY1982).

Ainda no dia 25 de abril, no caso de Lisboa, estão cancelados os voos com origem em Zurique às 14h20 (VY7982) e com origem Amesterdão às 10h55 (VY8412), bem como as partidas de Lisboa com destino a Zurique às 17h00 (VY7983) e com destino a Amesterdão às 13h35 (VY8413).

No dia 26 de abril estão cancelados os voos Zurique-Lisboa às 14h20 (VY7982) e Lisboa-Zurique às 17h00 (VY7983), bem como os voos Amesterdão-Lisboa às 10h55 (VY8412) e Lisboa-Amesterdão às 13h35 (VY8413).

De e para o Porto estão cancelados no dia 25 de Abril os voos Porto-Zurique às 09h15 (VY7580) e Zurique-Porto às 07h00 (VY7581), enquanto no dia 26 de abril estão cancelados os voos Porto-Zurique às 10h05 (VY7580), Zurique-Porto às 07h50 (VY7581), Amesterdão-Porto às 16h05 (VY8424) e Porto-Amesterdão às 18h30 (VY8425).

Do calendário completo, a companhia aérea perspectiva manter 81% dos voos programados para os dois dias de greve, incluindo todos os voos que partam antes de meia-noite de quarta-feira, mesmo que aterrem durante o período de paralisação.

A Vueling acrescenta numa informação publicada no seu website que informou os clientes afectados e assegurou a alteração das suas reservas para os primeiros voos disponíveis.

O sindicato espanhol dos pilotos SEPLA reivindica um aumento de salários, que diz estar entre 30% a 60% abaixo dos salários pagos por outras low cost como a Ryanair ou a EasyJet.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica