Greve geral e recolher obrigatório cancelam voos da Europa para o Equador

As companhias aéreas europeias KLM, Iberia e Air Europa cancelaram os voos que tinham programados para este domingo e segunda-feira, dias 13 e 14 de outubro, respetivamente, para a cidade de Quito, devido à situação político-social instável que se vive no Equador, afectado por uma greve geral desde há 11 dias e por uma imposição de recolher obrigatório, decretada na semana passada pelo Governo entre as 22h00 e as 05h00 da manhã do dia seguinte.

Notícias provenientes do Equador, uma república situada na América do Sul, banhada pelo Oceano Pacífico, dão conta de violentos tumultos entre populares e a polícia, agravados neste domingo com a intervenção de forças militares que, estão no terreno para fiscalizar o recolher obrigatório.

Os populares protestam contra as medidas de austeridade exigidas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), com contrapartida do resgate financeiro ao país, endividado após uma década de elevados défices e de queda do preço do petróleo, uma das principais fontes de receita económica do Equador.

A medida mais contestada é a eliminação de um subsídio do preço dos combustíveis, em 2 de outubro, elevando a variedade mais popular de gasolina para preços recorde, o que provocou de forma rápida operações de especulação comercial e a subida de preços de diversos produtos essenciais.

O principal problema que afecta o movimento do transporte aéreo comercial é a dificuldade que os passageiros têm em se deslocarem para os aeroportos, pois diversas estradas estão cortadas ou o tráfego bloqueado devido aos estragos e as barreiras impostas pelos manifestantes.

Além dos voos internacionais, outros voos regionais de companhias norte-americanas e da América Latina também foram, e estão a ser cancelados. Também a companhia brasileira GOL cancelou neste domingo, dia 13 de outubro, o voo oriundo de São Paulo/Guarulhos.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica