Bem-vindo, !|Sair

Helicóptero Agusta AW109S explode e cai no Brasil – Dois mortos confirmados

A Unicâmbio dá milhas 1€=1Milha


 

Morreram os dois ocupantes de um helicóptero Agusta AW109S, matrícula PR-JMB, operado pela empresa ‘Brauminas – Logística e Transporte’, que explodiu e se incendiou tendo caído próximo da localidade de Espírito Santo do Dourado, no Estado de Minas Gerais, no Brasil.

O acidente ocorreu no sábado, dia 16 de junho, pelas 18h45 locais, quando o helicóptero fazia uma ligação entre Nova Lima e o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Segundo a imprensa brasileira o piloto terá reportado um “problema mecânico” não identificado. A bordo seguiam o piloto, identificado como Luís Gustavo Soares, e o empresário Marcio Bissoli. O plano de voo indicava que a bordo seguiriam quatro pessoas, mas as autoridades policiais admitem que esses dois outros indivíduos terão desembarcado antes do acidente em localidade não identificada e se encontram a salvo.

O helicóptero envolvido no acidente, era propriedade do Banco Banesto. Tornou-se alvo de atenções, num passado recente, devido a estar ligado a um escândalo político, destaca ainda a imprensa brasileira, pois anteriormente a aeronave pertencia ao grupo JBS, do empresário Joesley Batista, e foi utilizado em passeios do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral e sua mulher, Adriana Ancelmo.

A aeronave, com interiores de luxo, terá saído da linha de montagem em 2010 e estava registada no Brasil desde 2014.

 

  • Foto © Criadores de Imagens

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica