Hi Fly muda de nome e passa a designar-se SpringJet

A companhia aérea portuguesa Hi Fly – Transportes Aéreos, que fornece voos para passageiros e carga em ACMI – aluguer de aeronaves com tripulação, manutenção técnica e apólices de seguro incluídas – mudou a sua denominação social para Springjet, revela um despacho da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC).

O despacho altera a licença de exploração da companhia de aviação, que requereu a mudança devido a alteração da sede social, mantendo-a em Lisboa, e da denominação social. A companhia, controlada pela Fundação Mirpuri, utiliza o Aeroporto Civil de Beja para estacionamento das suas aeronaves. Neste aeroporto, inaugurado em 2011, aproveitando a imensa área consignada para fins militares à Força Aérea Portuguesa (Base Aérea nº 11), foram também implantadas modernas instalações da MESA, empresa de engenharia e manutenção técnica da companhia aérea, que presta serviços aos aviões da frota do grupo liderado pela família Mirpuri. A MESA tem ainda instalações em Lisboa, Bruxelas (Bélgica) e Brisbane (Austrália).

A nova licença mantém o equipamento da licença anterior, de 2020: duas aeronaves para transporte até 245 passageiros e 157 mil quilogramas (kg) de carga, uma aeronave até 278 passageiros e 215 mil kg, quatro aeronaves até 233 mil kg e 387 passageiros, cinco aeronaves até 275.000 kg e 440 passageiros e duas aeronaves até 380.000 kg e até 375 passageiros.

“O exercício dos direitos conferidos pela presente licença está, permanentemente, dependente da posse de um Certificado de Operador Aéreo válido”, ressalva a ANAC, no despacho publicado.

A Hi Fly foi a primeira companhia aérea de transporte não-regular (de ACMI ou aluguer wet lease) e a única no mundo a alugar o Airbus A380, o maior avião comercial em atividade para transporte de passageiros, que entrou ao serviço em 2018, e que acabou por sair em dezembro de 2020, devido à falta de contratos, por via da difícil situação criada no sector pela pandemia de covid-19. O avião que tinha estado antes na frota da Singapore Airlines, já foi desmantelado para aproveitamento de peças e sucata.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica