IL76TD desembarca em Bissau 37 toneladas de alimentos para a Comunidade Muçulmana

Um avião cargueiro Iluysin IL76TD, matrícula UR-CIG, da companhia ucraniana Zetavia desembarcou na passada semana no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira, em Bissau, 37 toneladas de géneros alimentícios que foram doados pelos Emirados Árabes Unidos (EAU) à Comunidade Muçulmana da Guiné-Bissau.

A aeronave fretada para o transporte da carga aterrou em Bissau, após uma escala na Nigéria, também para descarga de alimentos provenientes do Dubai.

Djana Sano, conselheiro do Presidente da República da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, disse aos jornalistas, no aeroporto da capital guineense, que o donativo era uma oferta especial do Presidente dos EAU, Bin Zayed al Nahyan, e constituía uma prova de amizade entre os dois países no período do Ramadão, que decorre entre 13 de abril e 13 de maio. “Estamos no mês sagrado e como estamos no contexto de pandemia e há dificuldades” os Emirados Árabes Unidos enviaram a ajuda, explicou Djana Sano.

 

O calendário muçulmano é orientado pela Lua. Tem 12 meses que podem variar entre 29 ou 30 dias ao longo de um ano. O Ramadão é o nono mês do calendário muçulmano, no qual os fiéis são obrigados a praticar o jejum, cumprindo assim o segundo dos cinco pilares da religião islâmica.

O jejum consiste em abstinência total de comer, beber, fumar, praticar sexo e praticar atividades lúdicas. Durante o jejum, que vai do nascer ao pôr-do-sol, o fiel muçulmano deve rezar, visitar parentes, doentes, apoiar os necessitados, bem como ler de forma periódica o Corão.

 

  • As imagens do nosso colaborador na Guiné-Bissau, Albano Barai, mostram a passagem do IL76TD no Aeroporto Internacional Osvaldo Vieira.

 

1 Comments

  1. Avatar

    e as outras comunidades religiosas não podem comer? seria engraçado os EUA oferecerem comida “só para cristãos”…

Responder a JM Cancelar resposta

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica