Bem-vindo, !|Sair

INAC publicou horário de Maio da Aerovip na rota Madeira-Porto Santo-Madeira

O INAC – Instituto Nacional de Aviação Civil já publicou o horário dos voos da Aerovip para a rota inter-ilhas no arquipélago da Madeira durante o mês de Maio, não havendo por enquanto qualquer indicação sobre qual a companhia que poderá assumir a linha a partir de Junho, de acordo com os procedimentos do concurso de serviço público para esta rota.

O novo horário que será seguido pela companhia aérea regional portuguesa em Maio compreende quatro voos por dia, já numa fase de Verão IATA e em que a procura pela ilha do Porto Santo, um destino de praia e de férias, começa a subir, em termos turísticos.

O INAC, entidade aeronáutica nacional em Portugal, a quem está cometida a responsabilidade de organizar o concurso e a quem competirá, também, anunciar os resultados, nada responde acerca da evolução desse procedimento, cuja decisão, se bem que não esteja atrasada, está a ser mais demorada do que o desejado.

Segundo o NewsAvia conseguiu apurar existe já um relatório do júri que apreciou as duas propostas admitidas ao concurso – da SATA Air Açores e da AeroVip – que neste momento está nas mãos do Governo da República, eventualmente no gabinete do secretário de Estado das Infra-estruturas, Transportes e Comunicações (SEITC).

Não se conhece uma decisão e a prorrogação do contrato que a SEITC fez com a Aerovip, empresa de transporte aéreo que substituiu a SATA na linha interna da Região Autónoma da Madeira, pode fazer supor um eventual atraso quanto aos ‘timings’ inicialmente previstos. Se o novo concessionário deve ter tudo montado para iniciar os voos em Junho seria normal que a decisão do Governo fosse anunciada com uma antecedência confortável para que tudo possa ser previsto e bem organizado.

O facto da Aerovip continuar até final de Maio também estava previsto, se bem que não contratado, segundo nos contaram fontes aeroportuárias. O ‘drama’ não estará na prorrogação. Estará, eventualmente, na falta de conhecimento do que se está a passar entre gabinetes.

Fontes do Governo Regional da Madeira também desconhecem o que se estará a passar, e esperam dentro de poucos dias saber em que pé estará o concurso, se bem que isso não seja matéria que lhes diga directamente respeito, já que o trabalho de organizar o concurso, decidir qual a proposta e adjudicar o serviço, sejam da responsabilidade do Governo da República Portuguesa.

Desde o dia 1 de Janeiro de 2014 que a Aerovip foi contratada para fazer os voos entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo, até que seja apurado um concessionário do serviço público para os próximos três anos, o que acontecerá através do concurso que foi aberto pelo INAC e ao qual concorreram duas companhias regionais portuguesas: a SATA Air Açores que nos últimos seis anos tinha estado a assegurar o serviço, ganho através de concursos públicos, e a Aerovip, a quem foi adjudicado o serviço, numa situação transitória, perante a determinante atitude da companhia açoriana em não se manter na Madeira neste período de transição para novo concurso. Alegou que o contrato oferecido pelo Governo Português era inferior aos custos que tinha na Madeira com a deslocação de equipamentos e pessoal, tripulantes e mecânicos do departamento de Engenharia e Manutenção da SATA, todos deslocados dos Açores.

Os voos entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo estão a ser feitos com um avião Dornier 228, de 18 lugares. Embora ao princípio os portossantenses tivessem reclamado acerca da lotação do aparelho, que consideravam desapropriada (o da SATA Air Açores tinha 37 assentos) não se conhecem reclamações por falta de capacidade de transporte da companhia em causa.

 

  •  Imagem do avião Dornier 228 da Aerovip que actualmente garante as ligações aérea diárias entre as ilhas portuguesas da Madeira e do Porto Santo – Foto do ´spotter’ portossantense Paulo Brito

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica