Instituto Superior de Aeronáutica e Turismo de Cabo Verde instalado na ilha do Sal

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A Universidade Técnica do Atlântico (UTA) apresentou publicamente na ilha do Sal o Instituto Superior de Aeronáutica e Turismo (ISAT) de Cabo Verde, cuja entrada em funcionamento está prevista para o próximo mês de outubro, com o arranque de dois cursos.

O ISAT terá o seu Campus no edifício do antigo hotel Atlântico, já cedido pelo Governo para o efeito, tendo o projeto de adequação e equipamento do mesmo sido desenvolvido pelo Gabinete Técnico da Câmara Municipal do Sal e orçado em 36 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 326.500 euros).

Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde, que presidiu à sessão que assinalou a apresentação pública da nova instituição de ensino e formação profissional, nesta quarta-feira, dia 12 de junho, nos Espargos, disse que a abertura do ISAT no Sal é a materialização da opção do Governo de especialização da oferta formativa de acordo com a vocação regional e local de cada ilha.

“É uma grande satisfação porque consta do programa de governo, fazer com que o ensino superior se expanda e se desenvolva, também fazendo convergência com aquilo que é a vocação das ilhas”, explicou o governante.

Para o chefe do Governo, foi assim que foi criado o Campus do Mar em São Vicente, a extensão de cursos de Ciência Agrária em Santo Antão, Geologia e Vulcanismo na ilha do Fogo e agora no Sal “faz todo sentido ter Turismo e Aeronáutica”.

A abertura do instituto na ilha, conforme Ulisses Correia e Silva, vai criar oportunidades adicionais para os jovens se formarem em duas áreas, que têm “alto nível de empregabilidade e remuneração”.

No que toca à formação de pilotos aeronáuticos e o curso extra-curricular de tripulantes de cabina, a parte teórica irá ser ministrada no ISAT, na Ilha do Sal, e a prática conta com uma “forte componente” de parceria internacional.

O instituto começa por oferecer nesta primeira fase dois cursos e 40 bolsas de estudo, mas a ideia é aumentar a oferta formativa nos próximos anos, conforme o reitor da UTA, João do Monte Duarte.

“A ideia é que depois o Instituto se vá consolidando e expandindo a sua oferta formativa, não só a questão do ensino, mas também a investigação e a transferência de soluções para a sociedade”, sublinhou.

A sede administrativa do ISAT vai funcionar provisoriamente no edifício do Ministério do Turismo e Transportes, enquanto que as aulas e atividades de investigação ocorrerão no edifício do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) e no auditório do Clube Académico do Sal.

O perfil de entrada está estipulado em quatro modelos, ou seja, estudantes que se graduaram no 12.º ano da escolaridade, de qualquer área científica, cidadãos maiores de 25 anos que não tenham o 12.º ano completo, mas que tenham experiência e conhecimentos nessas áreas, mas também pessoas que já tenham um curso de licenciatura, ou detentores de diploma de cursos superiores profissionalizantes nas áreas de formação.

Fotos © Gabinete do Primeiro Ministro/Governo da República de Cabo Verde

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Pilotos da TACV suspendem greve após acordo com empresa e o Governo de Cabo Verde

Os pilotos dos voos internacionais da TACV – Transportes...

Governo assegura que “não vai haver aporte do Estado” para o novo aeroporto de Lisboa

O ministro português das Infraestruturas, Miguel Pinto Luz (na...

Lisboa volta a ter voo direto para o Cairo – Egyptair retomou a rota com dois voos semanais

A Egyptair está de regresso a Portugal, tendo retomado...

CRJ-200ER despenhou-se no Nepal – Morreram 18 dos 19 ocupantes da aeronave que fazia um voo de teste

Um avião a jato bimotor CRJ-200ER da companhia nepalesa...